Passarela que caiu no Rio tinha mais de 90 toneladas, diz prefeitura

Do UOL, no Rio e em São Paulo

A passarela que despencou sobre a Linha Amarela, importante via expressa do Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (28), pesava 94 toneladas, informou a prefeitura. O acidente deixou quatro mortos e cinco feridos.

Vídeo mostra momento que carreta atinge passarela no Rio

A estrutura metálica tinha 70 metros de extensão, incluindo os pilares, com lajes de concreto no piso e no teto.

A passagem de pedestres era usada como via de acesso pelos moradores da favela Rato Molhado e por pessoas que iam ao Norte Shopping, o maior centro comercial na zona norte da capital fluminense.

A passarela será cortada ao meio para que guindastes possam retirar a estrutura da via.

Acidente

O acidente aconteceu por volta das 9h15 desta terça-feira, entre os acessos 4 e 5, no bairro de Pilares, na zona norte do Rio. Segundo a Lamsa, concessionária que administra a via, um caminhão que tinha mais de 4,5 metros, limite de altura da passarela, bateu na estrutura, causando sua queda.

Os quatro mortos são o motorista de um táxi e o motorista de um Palio prata, que foram atingidos pela estrutura, e duas pessoas que estavam passando a pé pela passarela. As vítimas foram identificadas pelos bombeiros como Célia Maria, 64, Adriano P. Oliveira, 26, Renato P. Soares, 62, e Alexandre G. Almeida.

Veja onde fica o local da queda da passarela

  • Arte/UOL

Em nota, a concessionária afirmou que "está prestando toda assistência aos familiares das vítimas".

Um vídeo da Lamsa, divulgado pelo Centro de Operações da Prefeitura do Rio, mostra que o caminhão da empresa Arco da Aliança circulava com a caçamba levantada.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou que o caminhão não deveria estar circulando pela viaque possui restrição para a circulação de caminhões e carretas.

Notícias relacionadas

 

Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos