UE revela hoje se déficit da Espanha foi mesmo de 8,51% em 2011

Bruxelas, 23 abr (EFE).- O escritório de estatística da União Europeia (UE), Eurostat, publica nesta segunda-feira os números do déficit em 2011 que confirmarão se o desvio fiscal na Espanha foi de dois pontos e meio como anunciou o governo de Mariano Rajoy, até 8,51% do Produto Interno Bruto (PIB) contra o 6% previsto.

O Eurostat revelará os números oficiais do déficit dos 27 países do bloco durante 2008-2011, assim como as da dívida pública nesse mesmo período.

A Comissão Europeia nunca duvidou abertamente do desvio fiscal espanhol de 2011, mas manifestou seu incômodo pelo baile de números e o aumento gradual do déficit por causa da mudança de governo na Espanha.

Bruxelas se mostrou, além disso, reticente a aceitar uma flexibilização do objetivo de redução de déficit para este ano antes de conhecer os dados consolidados que o Eurostat publicará hoje.

Aceitou, concretamente, que os esforços espanhóis para diminuir o déficit neste ano se detenham em 5,3%, cinco décimos menos do que queria a Espanha, mas nove acima do 4,4% pactuado inicialmente.

Para 2013, por outro lado, o objetivo de déficit se manteve em 3% do PIB.

A publicação estatística comunitária de hoje, que na realidade não é mais que uma mera compilação dos dados remetidos pelas capitais europeias a Bruxelas, tem um valor simbólico porque oficializa os anúncios de desvio das contas espanholas.

Além dos dados sobre o déficit, os governos nacionais devem enviar a Bruxelas antes de finais de mês seus planos nacionais de reformas, assim como seus programas de estabilidade e de convergência (estes últimos para países não membros do euro).

Sobre a base de toda essa informação, a Comissão formulará no final de maio recomendações por países, dentro do marco do Semestre Europeu, que guiarão as políticas econômicas dos 27 nos próximos anos.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos