Corpo de menino boliviano assassinado no Brasil chega à Bolívia nesta tarde

La Paz, 1 jul (EFE).- O corpo do menino boliviano de cinco anos que foi assassinado na cidade de São Paulo por assaltantes porque não parava de chorar chegará nesta tarde ao aeroporto de El Alto, vizinho a La Paz, de onde será levado a sua cidade natal, no planalto, onde será enterrado.

O corpo do menino Brayan Yanarico, assassinado na sexta-feira passada, voltará à Bolívia em um voo da Boliviana de Aviación em que também viajarão seus pais, informou o Ministério das Relações Exteriores em comunicado.

O departamento, segundo a nota, financiou as despesas de repatriação, enquanto uma empresa funerária bancará gratuitamente a mudança até a cidade de Achacachi, no planalto.

Os parentes serão acompanhados em sua chegada e durante todo o trajeto até sua cidade por funcionários da Direção de Gestão Consular, acrescenta o comunicado da Chancelaria.

Os pais de Brayan chegaram ao Brasil no começo do ano para trabalhar em uma confecção, e embora tenham dado aos assaltantes R$ 4.500, os criminosos exigiram mais dinheiro e ameaçaram matar as duas crianças que estavam na casa no momento.

Segundo o relato dos parentes, a criança começou então a chorar e um dos assaltantes lhe deu um tiro na cabeça.

A Polícia de São Paulo deteve de sexta-feira passada a hoje três suspeitos do crime, um deles de 17 anos, informou a Polícia Civil de São Paulo.

Últimas de Notícias

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos