Turista italiana sequestrada na Argélia é solta após 14 meses

Catherine Hornby e Mathieu Bonkoungou
Em Roma e Ouagadougou

  • Ahmed Ouoba/AFP

    Turista italiana Maria Sandra Mariani, retorna para Itália, após ser libertada

    Turista italiana Maria Sandra Mariani, retorna para Itália, após ser libertada

A turista italiana Maria Sandra Mariani, sequestrada há mais de 14 meses na Argélia por insurgentes ligados à Al Qaeda, foi libertada, disse a chancelaria italiana nesta terça-feira (17).

Mariani foi sequestrada em 2 de fevereiro de 2011 no sudeste da Argélia. Autoridades de Burkina Fasso, país vizinho ao Mali, para onde militantes da Al Qaeda costumam levar reféns, retiraram a italiana do local não revelado em que ela foi solta, segundo uma fonte próxima à presidência de Burkina.

Essa fonte disse que Mariani está em Ouagadougou, a capital, e embarcará ainda hoje para a Itália.

A fonte não esclareceu qual foi o papel do governo de Burkina na libertação da italiana.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos