Topo

CarnaUOL

Rio de Janeiro


Acadêmicos do Sossego nega que escultura do Diabo faça alusão a Crivella

Reprodução/Instagram
A Acadêmicos do Sossego negou que escultura faça alusão ao prefeito Marcelo Crivella Imagem: Reprodução/Instagram

André Luís Nery

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/01/2019 06h20

Depois que viralizou nas redes sociais uma imagem que mostraria o prefeito carioca, Marcelo Crivella, caracterizado como o Diabo, o presidente da Acadêmicos do Sossego, Wallace Palhares. negou que a escultura faça alusão ao prefeito.

"Vale informar que a imagem em questão, trata-se de uma escultura de nossa quarta alegoria e que não faz alusão a nenhuma figura específica, muito menos houve a intenção por parte da agremiação em ferir ou denegrir a imagem de qualquer pessoa", afirmou Palhares em nota. 

No comunicado, o presidente da escola destaca ainda que a escultura tem "representatividade abstrata" e "simboliza o 'Demônio da intolerância', personagem de suma importância dentro de nosso enredo que clama por liberdade religiosa". 

Escola da Série A (Grupo de Acesso) do Carnaval do Rio de Janeiro, a Acadêmicos do Sossego será a sétima e última escola a desfilar na sexta-feira de Carnaval com o enredo "Não se Meta com a Minha Fé. Acredito em Quem Quiser", do carnavalesco Leandro Valente.

Judas

A relação entre a prefeitura do Rio e as escolas de samba "azedou" depois que Crivella diminuiu o repasse de verba pública para o Carnaval. No ano passado, o prefeito foi transformado em Judas no desfile da Mangueira, sobre as palavras: "Prefeito, pecado é não brincar o Carnaval!".

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo