PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Globo manda recado, mas expõe fraqueza em nota furiosa sobre Camila Queiroz

Camila Queiroz voltou a interpretar Angel em "Verdades Secretas 2"  - Divulgação
Camila Queiroz voltou a interpretar Angel em 'Verdades Secretas 2' Imagem: Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

18/11/2021 06h01

A Globo já tomou muitas atitudes drásticas ao longo de sua história, mas raramente manifestou publicamente os seus sentimentos de forma tão explícita quanto nesta quarta-feira (17). Sugerindo ter sido vítima de uma situação que se assemelha a uma chantagem, segundo a descrição que fez, a emissora anunciou a exclusão da atriz Camila Queiroz da novela "Verdades Secretas 2", um dos seus maiores investimentos em 2021.

"Verdades Secretas 2" é primeira novela feita especialmente para o Globoplay, a plataforma de streaming da empresa, e vem acumulando recordes de audiência. Caso o leitor não esteja acompanhando, Camila interpreta a protagonista do folhetim, a personagem principal da trama.

Com previsão de chegar a 50 capítulos, a novela enfrentou atrasos durante a gravação por causa da pandemia de coronavírus e outros contratempos. Deveria ter ficado pronta em 2020, mas as gravações se estenderam. Vários profissionais, chamados exclusivamente para o trabalho, tiveram que assinar aditivos contratuais para seguir nas gravações.

O contrato de Camila se encerrou no último dia 10 de novembro, faltando ainda a gravação de algumas cenas, incluindo o desfecho da sua personagem. Segundo a Globo, a atriz fez exigências descabidas para assinar um aditivo por mais sete dias de trabalho, entre os dias 11 e 17. Numa nota intitulada "Camila Queiroz não faz mais parte do elenco de Verdades Secretas 2", a emissora descreveu os fatos com as seguintes palavras:

"Para assinar a extensão de contrato necessária à gravação das cenas finais da novela, Camila Queiroz quis determinar o desfecho da personagem Angel e exigiu um compromisso formal de que faria parte de uma eventual terceira temporada da obra, além de outras demandas contratuais inaceitáveis".

Em nota, a assessoria da atriz confirmou, com outras palavras, o teor da comunicação da Globo. Disse que Camila ficou insatisfeita com o destino da personagem, que vai morrer no final da segunda temporada (perdão pelo spoiler) e que contava atuar na terceira temporada. "A diretoria da casa chegou a enviar para a assinatura da atriz um pré-contrato manifestando explicitamente o seu interesse de mantê-la na terceira temporada de 'Verdades Secretas' como protagonista", disse a empresa que assessora Camila.

Segundo a coluna apurou, o tom exageradamente rude da nota da Globo expressa uma insatisfação unânime - da cúpula da emissora à equipe responsável pela novela, da direção da plataforma de streaming ao autor Walcyr Carrasco - com a atitude de Camila.

Esta fúria, vindo de uma empresa do tamanho da Globo, contra uma atriz com poucos anos de carreira, não deixa de expressar um sinal de fraqueza. Parece uso excessivo de força.

Acostumada a emitir notas cordiais, eventualmente nem muito francas, sobre rescisões de contratos com estrelas da casa, desta vez a emissora foi na direção oposta, pesando a mão no excesso de sinceridade. Não descarto a possibilidade de haver desdobramentos legais por conta desta comunicação.

O fator Netflix

Por outro lado, claramente, a Globo aproveitou o episódio para enviar um recado ao mercado. Nos tempos atuais, operando com um elenco fixo cada vez mais reduzido e com mais profissionais contratados por obra, a empresa está avisando a todos que não tolerará "estrelismos". A mensagem parece ser: "Quer ir para a Netflix, vá. Mas aqui, quem dita as regras somos nós".

Originalmente uma modelo, Camila estreou como atriz em 2015, justamente em "Verdades Secretas", ocupando o principal papel feminino. Em dezembro de 2020, a atriz informou à Globo o seu desejo de romper o vínculo permanente que tinha e passar a trabalhar por obra. Na ocasião, ela já estava escalada para "Verdades Secretas 2", cujas gravações haviam sido adiadas por causa da pandemia, e firmou um novo contrato apenas para gravar a novela.

Camila Casamento - Reprodução / Internet - Reprodução / Internet
Klebber Toledo e Camila Queiroz apresentaram o reality "Casamento às Cegas"
Imagem: Reprodução / Internet

No início de 2021, foi anunciado que a atriz havia assinado um contrato com a Netflix para apresentar "Casamento às Cegas", versão brasileira de um reality show que a empresa já havia produzido nos Estados Unidos. Ela também estará na série "De Volta aos 15", prevista para 2022, no serviço americano de streaming.

"Casamento às Cegas" foi lançado pela Netflix em 6 de outubro e "Verdades Secretas 2" chegou ao Globoplay no dia 21 do mesmo mês. Assim, em questão de duas semanas, Camila se tornou uma das principais atrações de dois serviços de streaming concorrentes, que estão disputando com avidez o mercado. Novos tempos. Que, tudo indica, não agradaram à Globo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL