Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos

Em debate, Doria exagera sobre vagas em creches; França, sobre fuzis da PM

Arte UOL/Nelson Antoine/UOL
Imagem: Arte UOL/Nelson Antoine/UOL

Do Aos Fatos

23/10/2018 21h20Atualizada em 23/10/2018 21h35

João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB), candidatos ao governo do estado de São Paulo, se encontraram nesta terça-feira (23), no penúltimo debate do segundo turno das eleições de 2018, realizado por UOL, SBT e Folha de S.Paulo. Diferentemente de outros confrontos, a argumentação teve tom mais ameno, com trocas de propostas entre os candidatos e menos agressões. Aos Fatos checou as declarações de ambos. Confira:

JOÃO DORIA (PSDB)

42 mil vagas [em creches] foram feitas em 15 meses [na cidade de São Paulo].

EXAGERADO: Em 15 meses de gestão Doria, foram criadas cerca de 25 mil vagas em creches — e não 42 mil, segundo os dados da prefeitura. Por isso, a declaração é exagerada. Segundo os números de matrículas da Secretaria de Educação de São Paulo, Doria assumiu a prefeitura quando a cidade possuía 284 mil crianças matriculadas em creches e a demanda era de 65 mil crianças. Em março de 2018, ou seja, após 15 meses de governo, a cidade passou a ter 309 mil crianças matriculadas nesse nível de educação infantil, e a demanda tinha reduzido para 57 mil. Sendo assim, a gestão Doria criou aproximadamente 25 mil vagas.

Essa não é a primeira vez que Doria cita esse dado. Quando deixou a prefeitura, também disse que tinha feito 42 mil vagas. Segundo o Valor, esse número só é possível ao somar a quantidade de vagas criadas (25 mil) e as vagas prometidas em assinaturas de convênios que foram assinados, e cujo prazo para criação das vagas seria de até dois meses após Doria deixar o cargo.

Outro lado. Em publicação no Twitter oficial do candidato, a equipe de Doria disse que, na gestão do ex-prefeito, "foram 27.501 matrículas realizadas e mais 14.502 vagas autorizadas em novos convênios. Portanto, o número total são de 42.003 vagas criadas".

Guarulhos ainda coloca seu esgoto in natura no Tietê.

VERDADEIRO: É verdade que os moradores de Guarulhos (SP) despejam quase todo seu esgoto, sem nenhum tratamento, no Rio Tietê, segundo a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). As informações são de matéria do G1.

No dia 21 de setembro, a Prefeitura de Guarulhos e a Sabesp assinaram um protocolo de intenções para assumir o fornecimento de água e parte do tratamento de esgoto do município. A Sabesp ficará responsável por toda a distribuição de água e metade do esgoto. O restante vai ser no formato de parceria público-privada.

18 das 20 melhores estradas do país estão em São Paulo.

VERDADEIRO: De acordo com o Ranking das Ligações Rodoviárias 2018 da CNT (Confederação Nacional do Transporte), das 20 melhores estradas, apenas três não são do Estado de São Paulo: a ligação entre São Paulo (SP) e Uberaba (MG), entre Belo Horizonte (MG) e São Paulo (SP) e entre Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). Mesmo assim, as três ligações passam pelo Estado.

Em relação ao estado das estradas do estado de São Paulo, 54,7% da extensão (cerca de 5,4 mil km) é classificada como ótima e 23,3% (cerca de 2,3 mil quilômetros) como boa.

MÁRCIO FRANÇA (PSB)

O acréscimo das vagas da USP, Unicamp e Unesp para alunos da escola pública foi uma conquista [do governo do Estado]. 

VERDADEIRO: De fato, houve acréscimo de vagas destinadas a ingressantes de escola pública desde que França assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação de São Paulo. Ele acumulou o cargo com o de vice-governador.

Em 2015, quando França assumiu o cargo, 21.534 alunos ingressaram nas três universidades estaduais, 37% deles — 7.964 estudantes — egressos do ensino público. Essa proporção aumentou cerca de 7% em 2017: nas três universidades, das 21.557 matrículas, 9.545 foram de alunos egressos da escola pública. No total, portanto, 44,3% dos ingressantes estudaram em escola pública no ensino médio.

Em relação aos números por universidades, na USP, 36,7% dos ingressantes em 2017 estudaram em escola pública durante o ensino médio. Na Unicamp, essa proporção foi de 50,3% em 2017. Na Unesp, 52,6% dos ingressantes eram de escola pública.

Aos Fatos já checou uma declaração parecida de França quando ele foi sabatinado pelo UOL.

Autorizamos que os sargentos pudessem andar armados com fuzis nos veículos. — Márcio França (PSB)

IMPRECISO: O governador ampliou as situações em que policiais militares podem andar com fuzil nos veículos. Em 27 de setembro, o governador de São Paulo autorizou a PM a utilizar fuzil para policiamento preventivo. Anteriormente, o armamento era usado apenas por unidades de ronda ostensiva ou em operações específicas da polícia. A declaração do candidato do PSB, portanto, foi considerada imprecisa.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, o coronel Fábio Pelegrini, do setor de comunicação social da Polícia Militar, explicou que "os batalhões tiveram a orientação de armar mais viaturas com os fuzis, que antes ficavam armazenados em uma reserva de arma". Ao UOL, Benedito Mariano, ouvidor das polícias de São Paulo criticou a medida afirmando que a medida, ao invés de proteger, "pode aumentar a violência letal até contra os próprios policiais"

SP é o principal produtor de açúcar e de álcool.

VERDADEIRO: O estado de São Paulo, além de possuir a maior área plantada de cana-de-açúcar, também é o maior produtor de etanol e de açúcar do país. Portanto, a declaração de França é verdadeira.

São Paulo realmente possui a maior área plantada de cana no Brasil, segundo a Pesquisa Agrícola Municipal 2017 do IBGE. Com seus 5,6 milhões de hectares, o Estado fica na frente de Goiás (922 mil hectares) e Minas Gerais (906 mil hectares). Sua produção também é a maior: São Paulo produziu, no ano passado, 450 milhões de toneladas de cana-de-açúcar.

De acordo com o site Investe São Paulo, do governo estadual, em 2016 o Estado respondia a 48% do etanol produzido no país e 13% do produzido no mundo todo. Já em relação ao açúcar, São Paulo é responsável por 63% da produção nacional e cerca de 23% da produção de todo o planeta.

GOVERNO DE SP: VEJA ÍNTEGRA DO 1º BLOCO DO DEBATE UOL/FOLHA/SBT

Segundo bloco (perguntas dos jornalistas):

GOVERNO DE SP: VEJA ÍNTEGRA DO 2º BLOCO DO DEBATE UOL/FOLHA/SBT

UOL Notícias

Terceiro bloco (pergunta entre candidatos e considerações finais): 

GOVERNO DE SP: VEJA ÍNTEGRA DO 3º BLOCO DO DEBATE UOL/FOLHA/SBT

UOL Notícias

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber

Mais UOL Confere