Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


Alcione não usou bandeira de Cuba para criticar Bolsonaro: era do Maranhão

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/07/2019 04h00

A fala do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que se referiu a governadores do Nordeste como governadores "de paraíba" na última sexta-feira (19), tem rendido diversas polêmicas na internet. Sobrou até para a cantora Alcione, acusada de usar uma bandeira de Cuba para criticá-lo.

"Vestindo a bandeira de Cuba @alcione_marrom vc só defende o seu interesse", reclamou um fã aparentemente frustrado da cantora no Twitter. "Já deletei todas as suas músicas." A postagem, feita na noite do último domingo (21), rapidamente viralizou na rede social e gerou uma série de reações contra e a favor.

FALSO: Alcione vestiu bandeira do Maranhão, não de Cuba

Alcione não estava vestindo a bandeira de Cuba, mas do Maranhão, sua terra natal, em vídeo que questionava a postura de Bolsonaro.

A imagem anexada à corrente é, de fato, um print de um vídeo em que a cantora, natural de São Luís, critica o presidente após o vazamento da sua observação sobre governadores "de paraíba".

"Quem quer respeito, se dá. E o senhor não está se dando respeito. O senhor precisa respeitar o povo nordestino. Respeite o Maranhão!", declarou a cantora, em vídeo publicado em seu Instagram no último sábado (20). Ela, no entanto, está vestindo a bandeira do seu estado - e não de Cuba.

Apesar de ambas terem uma estrela branca, as duas têm grandes distinções: a do estado nordestino tem uma caixa azul com listras brancas, pretas e vermelhas, enquanto a do país latino tem um triângulo vermelho com faixas brancas e azuis.

O UOL procurou a assessoria da cantora para que ela comentasse o caso, mas não teve contato até o fechamento da matéria.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Mais UOL Confere