Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


Aloysio Nunes não comandou embaixada dos EUA durante governo do PT

Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/07/2019 04h00

Em meio à possível indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada norte-americana, uma mensagem que circula pelas redes sociais questiona os critérios para o cargo.

Segundo a mensagem, até o ex-senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) já teria ocupado a cadeira por meio de indicação petista.

"Só para te lembrar que o PT nomeou embaixador nos EUA o Aloysio Nunes Ferreira, ex-motorista do terrorista assassino Marighella!!!", diz uma das correntes difundidas no Facebook.

O UOL encontrou diferentes redações da mensagem, todas com o mesmo conteúdo.

FALSO: Aloysio Nunes não integrou governo petista

A informação não procede. O ex-senador tucano não só nunca foi embaixador do Brasil nos Estados Unidos como também não integrou governo do PT -- ele era da oposição.

O PT indicou quatro embaixadores em Washington, capital norte-americana, durante seus quatro mandatos. Roberto Ferreira Abdenur (2004-2007), Antonio Patriota (2007-2009) e Mauro Iecker Vieira (2010-2014) foram indicados por Lula, e Luiz Alberto Figueiredo Machado (2015-2016) foi indicado por Dilma Rousseff.

Todos eram diplomatas de carreira. No governo Dilma, Patriota, Machado e Vieira ocuparam também o cargo de ministro das Relações Exteriores. Este cargo foi ocupado por quase dois anos (de março a 2017 a dezembro de 2018) por Aloysio Nunes no governo Michel Temer, após o impeachment de Dilma. Ele substituiu o também tucano José Serra, primeiro chanceler de Temer.

Em 2017, Aloysio Nunes Ferreira, então ministro, acompanha Michel Temer durante visita do presidente do Paraguai Horácio Cartes - Pedro Ladeira/Folhapress - 21.ago.2017
Em 2017, Aloysio Nunes Ferreira, então ministro, acompanha Michel Temer durante visita do presidente do Paraguai Horácio Cartes
Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress - 21.ago.2017

Nunes nunca ocupou uma embaixada norte-americana. Ao UOL, o ex-senador também negou a informação e afirmou que sempre foi oposição ao PT enquanto o partido governava, em especial durante o governo Dilma, quando foi senador pelo PSDB.

A disseminação da mentira pelas redes sociais é sintoma da índole fascistoide da atual extrema direita e revela a existência de uma rede organizada e dispendiosa de malfeitores empenhados em intoxicar a atmosfera política"
Aloysio Nunes (PSDB-SP) , ex-senador e ex-ministro das Relações Exteriores

VERDADEIRO: Nunes participou da luta armada

A assessoria de Aloysio Nunes afirmou que ele não comentaria sua participação na luta armada. De acordo com o jornalista Mário Magalhães, autor da biografia "Marighella: O Guerrilheiro que Incendiou o Mundo", Nunes participou, de fato, da luta armada pela ALN (Ação Libertadora Nacional), comandada por Marighella. O biógrafo aponta que, em 1968, Nunes participou do assalto ao trem pagador da ferrovia Santos-Jundiaí e do roubo de um carro-pagador da Massey Ferguson.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

UOL Confere