PUBLICIDADE
Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


UOL Confere

Flávio Bolsonaro publica vídeo checado como falso há mais de um ano

21.jul.2021 - O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) publica vídeo já checado como falso há mais de um ano - Reprodução/Instagram Flávio Bolsonaro
21.jul.2021 - O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) publica vídeo já checado como falso há mais de um ano Imagem: Reprodução/Instagram Flávio Bolsonaro

Bernardo Barbosa

Do UOL, em São Paulo

21/07/2021 16h53Atualizada em 21/07/2021 20h26

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) publicou hoje no Instagram e em seu canal no Telegram um vídeo que já foi checado como falso há mais de um ano por veículos de imprensa.

O vídeo mostra uma estrada intransitável com a legenda "Transamazônica dos governos do PT" e uma estrada asfaltada com a legenda "Transamazônica no governo Bolsonaro". Neste segundo trecho, o narrador diz: "Aqui é o km 110 da Transamazônica". Pelo menos para o local citado, nada disso é verdade.

Checagens feitas por pelo menos três veículos de imprensa diferentes — Aos Fatos, Estadão Verifica e Lupa — já haviam noticiado em janeiro de 2020 que, segundo o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes), um órgão do próprio governo federal, o km 110 da Transamazônica já tinha sido asfaltado "anos atrás".

Um documento do Ministério dos Transportes datado de maio de 2015, ainda no governo de Dilma Rousseff (PT), diz que o trecho da Transamazônica onde fica o km 110 já estava "pavimentado" naquela data.

Já as imagens que mostram uma estrada repleta de lama são de um outro trecho da Transamazônica, na cidade de Brasil Novo (PA), em dezembro de 2018, quando o presidente era Michel Temer (MDB). As imagens foram exibidas pelo Bom Dia Pará, da TV Liberal, afiliada da TV Globo no estado.

Até as 16h35, o vídeo falso já tinha sido visto mais de 560 mil vezes no Instagram de Flávio Bolsonaro e mais de seis mil no Telegram do senador.

O atual governo vem, no entanto, entregando obras em outra partes da Transamazônica. Em junho, por exemplo, Bolsonaro participou da inauguração de um trecho asfaltado de 56 quilômetros entre as cidades de Itupiranga (km 178) e Novo Repartimento (km 280), ambas no Pará. Segundo o governo, as obras na região estavam paradas desde 2013.

Posts com desinformação para inflar a atuação do governo Bolsonaro em estradas têm sido divulgados desde o começo do governo. Desde 2019, o projeto Comprova, do qual o UOL faz parte, publicou ao menos seis checagens que atribuíam de forma incorreta obras de rodovias (aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui) à atual administração.

UOL Confere