Metrô do DF opera com capacidade reduzida nesta quarta

Camila Campanerut
Do UOL Notícias
Em Brasília


O metrô de Brasília começou a funcionar às 6h desta quarta-feira (22) operando com 60% de sua capacidade. A informação é da ouvidora da empresa Metrô DF (Companhia do Metropolitano do Distrito Federal).

No entanto, o SindMetrô, sindicato que representa os metroviários, alega que a categoria ainda não foi notificada da decisão do TRT (Tribunal Regional do Trabalho), que os obriga a aumentar para 80% a capacidade de trabalho durante o horário de pico, das 16h às 19h, e no segundo período de maior movimento, das 6h às 9h, 60% dos trens deveriam circular. Em nota, o sindicato afirma que continuaria trabalhando com apenas 30% da capacidade, mas a empresa nega.

Na noite de ontem (23), os metroviários tiveram assembleia e decidiram pela manutençção da paralisação enquanto não houver um consenso no reajuste salarial entre a companhia, ligada ao governo, e os funcionários.

A ação do presidente do TRT, o desembargador Mário Caron, determina ainda que nos demais horários, o fornecimento de transporte pode ser reduzido a 30% da capacidade. Caron advertiu os metroviários por descumprirem o prazo legal de notificação à empresa sobre a greve, que deveria ter sido feita com antecedência mínima de 72h, segundo a Lei de Greve.

Está marcada para a noite de hoje uma nova assembleia para definir as próximas ações do movimento. Será às 20h, na praça do Relógio, em Taguatinga. Mais um dia, os cerca de 150 mil usuários continuam com dificuldades para usar o transporte público na região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos