Vacinação contra gripe suína para idosos com doenças crônicas começa neste sábado

Do UOL Notícias

Em São Paulo

Começa neste sábado (24) a vacinação contra a gripe suína (A – H1N1) de pessoas com mais de 60 anos que possuem doenças crônicas. A recomendação do Ministério da Saúde é que todos os Estados e municípios disponibilizem vacinas para pessoas nessas condições. Os convocados anteriormente --gestantes, crianças de seis meses a dois anos, doentes crônicos e jovens saudáveis entre 20 e 29 anos-- também poderão ser vacinados.

Nos Estados das regiões Norte e Sul começará hoje também a campanha de vacinação contra a gripe comum para pessoas com mais de 60 anos. Nessas regiões, as vacinas serão aplicada até 7 de maio. Segundo o Ministério da Saúde, o calendário de vacinação para a gripe comum foi alterado nas outras três regiões do país devido ao atraso do Instituto Butantan na entrega de parte das vacinas. A vacinação nas regiões Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste será realizada entre 8 e 21 de maio.

Os idosos com doenças crônicas residentes no Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste poderão escolher se tomam as vacinas contra a gripe A e a gripe comum de uma vez só --uma aplicação em cada braço--, após 8 de maio, ou se recebem a vacina contra a gripe A a partir de amanhã e da gripe comum a partir do próximo dia 8.

33 milhões de vacinados contra gripe A
Até as 15h de sexta-feira (23), o Ministério da Saúde contabilizou mais de 33,2 milhões de pessoas vacinadas contra a gripe suína, o que corresponde a 56,7% do total de pessoas pertencentes ao grupos das três primeiras etapas. A meta do ministério é vacinar, até o final da campanha, pelo menos 80% dos 91 milhões de pessoas de todas as etapas (o que corresponde a 72,8 milhões de pessoas).

A pasta encomendou uma pesquisa na qual 1.500 pessoas foram entrevistadas sobre a vacinação contra a gripe H1N1. O estudo aponta que 40% da população alvo das primeiras três etapas da campanha que ainda não se vacinou alega “não ter tido tempo” para ir a um posto.

Vacinações pelo mundo
A Organização Mundial da Saúde começará neste sábado uma campanha de vacinação simultânea em 112 países de três regiões do mundo, para ampliar a cobertura contra as doenças mais frequentes e para conscientizar a população. As campanhas, que terão duração de uma semana, serão realizadas nas regiões da OMS nas Américas, Mediterrâneo Oriental e Europa.

Na primeira delas, a população a ser imunizada são crianças menores de cinco anos, mulheres grávidas, idosos, comunidades nas fronteiras e isoladas, comunidades indígenas e municípios com baixa cobertura de vacinas.

Segundo a OMS, as Américas fizeram grandes progressos em vacinação, e nessa região já estão erradicadas várias doenças, como o sarampo e a poliomielite. O último caso de rubéola endêmico foi registrado em 2009. Outras doenças como a difteria, o tétano também foram reduzidas consideravelmente.

No entanto, a OMS alerta que muitas crianças americanas não completam seus calendários de vacinações, daí a necessidade de reforçar a conscientização.

*Com informações da agência EFE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos