Topo

Protesto pede intervenção federal e saída da cúpula da segurança no MA

Carlos Madeiro

Do UOL, em São Luís

10/01/2014 20h50

Um protesto organizado pela internet reuniu cerca de 400 pessoas, segundo a PM (Polícia Militar), no final de tarde e início de noite desta sexta-feira (10), no centro de São Luís. Os manifestantes pediam a intervenção federal nos presídios, a saída da cúpula da segurança e a contratação de mais policiais.

Com faixas, cartazes e dois carros de som, os manifestantes saíram da praça Marechal Deodoro em direção ao Palácio dos Leões, sede do governo estadual.  Policiais militares colocaram um grade na entrada do palácio, para evitar que o protesto chegue próximo ao prédio.

Gritos de guerra tinham como alvo a governadora Roseana Sarney (PMDB). "Ô Roseana, tu não me engana, a juventude já conhece a sua fama", gritaram.

Segundo o estudante de filosofia da UFMA (Universidade Federal do Maranhão) Albert Malone, a ideia da manifestação é pacífica e pede ações do governo contra a violência nos presídios e nas ruas de São Luís.

“Estamos vivendo uma violência muito grande, a gente cobra ações que minimizem esse problema que nos afeta”, disse ele, responsável pela divulgação pelas redes sociais.
Segundo Malone, mais de 6.800 pessoas confirmaram participação pelo Facebook, mas a maioria não compareceu ao ato.

“A gente se cobra isso também. Em junho reunimos aqui 35.000 pessoas, e parece que elas adormeceram. Nem todo mundo faz o seu papel, e depois fica reclamando da insegurança. É triste isso, mas estamos fazendo nossa parte”, disse Malone. 

Cotidiano