Topo

Cantareira tem agosto mais chuvoso em 6 anos, mas ainda abaixo da média

A última vez em que o índice do mês superou a média no Cantareira foi em 2009 - Moacyr Lopes Junior/Folhapess
A última vez em que o índice do mês superou a média no Cantareira foi em 2009 Imagem: Moacyr Lopes Junior/Folhapess

Do UOL, em São Paulo

31/08/2015 13h32

Não chovia tanto sobre o sistema Cantareira em um mês de agosto, tradicionalmente o mais seco do ano, desde 2009. Mesmo assim, o índice pluviométrico ficou abaixo da média do mês.

De acordo com informações da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), a chuva sobre o sistema durante os últimos 31 dias resultou em 30,8 mm, índice que supera os dos cinco anos anteriores.

A média atual para o mês é de 34,4 mm. A última vez em que o índice do mês superou a média foi em 2009, quando choveu 47,8 mm. Na época, a média era mais alta, de 39,2 mm.

De lá para cá, agosto se tornou um mês ainda mais seco, o que derrubou a média. Em 2010 e 2012, quase não choveu no mês. Nas duas ocasiões, os índices não passaram de 1 mm.

O volume armazenado no sistema baixou nesta segunda-feira (31) de 12,1% para 12%. O Cantareira abastece 5 milhões de pessoas. Entidades pediram neste mês a órgãos reguladores um controle mais rígido sobre a retirada de água do sistema.

Alto Tietê

No Alto Tietê, cuja situação foi declarada crítica pelo governo de São Paulo neste mês, choveu 18,6 mm sobre o sistema em agosto.

O volume representa praticamente a metade da média do mês, que é de 36,7 mm, e ficou bem abaixo dos 28,8 mm do ano passado.

A bacia fornece água para cerca de 4 milhões na parte leste da Grande São Paulo. O volume armazenado no sistema caiu hoje de 14% para 13,8% de sua capacidade.

Mais Cotidiano