MP abre inquérito para verificar uso de dinheiro doado para Mariana (MG)

Carlos Eduardo Cherem

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

  • Rayder Bragon

    Além do dinheiro, pessoas de várias partes do Brasil doaram roupas e mantimentos para ajudar as vítimas do rompimento da barragem

    Além do dinheiro, pessoas de várias partes do Brasil doaram roupas e mantimentos para ajudar as vítimas do rompimento da barragem

O MP (Ministério Público) de Minas Gerais abriu inquérito nesta quinta-feira (14) para "fiscalizar a origem e a destinação" de pouco mais de R$ 1 milhões doados para as vítimas do desastre da barragem da mineradora Samarco, dos distritos de Bento Rodrigues e de Paracatu, em Mariana (MG), que foram devastados pela lama.

O valor seria destinado à educação das crianças desses dois distritos, porém, no início dessa semana, a comissão responsável mudou de ideia e decidiu que o dinheiro seria distribuído para as 385 famílias, cerca de R$ 2.600 para cada uma delas, de Bento Rodrigues e Paracatu.

O promotor de Justiça de Mariana, Guilherme de Sá Meneghin, que não participou das reuniões da comissão, decidiu notificar a Prefeitura de Mariana para apresentar documentos e informações sobre as doações, hoje em R$ 1.025.441,41, e como o montante será usado.

Meneghin disse ainda que foi procurado por 15 moradores desses distritos que cobraram maior transparência na utilização do dinheiro.

A maior parte do dinheiro arrecadado veio de doações particulares com valores situados entre R$ 50 e R$ 100, depositados em contas no Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal, por meio da campanha SOS Mariana.

Fazem parte da comissão paritária, além de representantes da Prefeitura de Mariana e dos moradores dos dois distritos, a Arquidiocese de Mariana, a seção local da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e da Associação Comercial de Mariana.

O conselho foi criado pelo decreto municipal 8.059, editado em dezembro pelo prefeito de Mariana Duarte Júnior (PPS).

"Não há suspeitas de desvios ou de mau uso do dinheiro das doações. O objetivo do inquérito é dar maior transparência ao processo", afirmou o promotor.

"De forma muito correta"

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Mariana não comentou o assunto até o momento. Informou que o prefeito do município Duarte Júnior está em Belo Horizonte, nesta quinta-feira (14), participando de audiências.

O presidente da Associação dos Moradores de Bento Rodrigues, José do Nascimento de Jesus, o Zezinho do Bento, afirmou que entregará todos os documentos relativos às doações à promotoria.

"Foi tudo feito de forma muito correta. Vou entregar os documentos, os extratos, tudo para o promotor. O pessoal só mudou de ideia, e decidiu que o dinheiro ia para as famílias", afirmou Zezinho do Bento.

"Dinheiro para as crianças, só o que entrar daqui para frente de doações. Esse outro, que já entrou, será distribuído entre as famílias", disse Zezinho do Bento.

Não foram localizados representantes da Arquidiocese de Marina, da Associação Comercial de Mariana e da OAB para comentar o assunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos