Topo

54% são a favor de velocidade mais alta nas marginais de SP, diz pesquisa

Em foto de 2015, guarda mede velocidade de motos na marginal Tietê - Zanone Fraissat - 10.set.2015/Folhapress
Em foto de 2015, guarda mede velocidade de motos na marginal Tietê Imagem: Zanone Fraissat - 10.set.2015/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

24/01/2017 10h00Atualizada em 24/01/2017 15h03

Ao menos 54% dos paulistanos são favoráveis ao aumento dos limites de velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros, segundo pesquisa da ONG Rede Nossa São Paulo e do Ibope Inteligência divulgada nesta terça (24).

De acordo com o levantamento, 41% são contra velocidades mais altas nas marginais, e 5% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa foi realizada entre os dias 8 de dezembro de 2016 e 4 de janeiro de 2017 com 1.001 moradores da cidade de São Paulo com 16 anos de idade ou mais. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. 

Você é contra ou a favor o aumento de velocidade nas marginais?

Resultado parcial

Total de 6248 votos
65,36%
33,32%
1,31%
Total de 6248 votos

O Ibope segmentou os entrevistados por situações cotidianas relacionadas aos tipos transporte usados para se locomover pela cidade. Entre os que raramente ou nunca usam ônibus, 61% se disseram a favor do aumento da velocidade nas marginais.

Dos que usam o automóvel todos os dias ou quase todos os dias para circular por São Paulo, 64% são a favor da medida proposta pelo prefeito João Doria (PSDB).

Quando o critério analisado foi sexo, faixa etária e escolaridade, 59% dos homens entrevistados se mostraram favoráveis ao aumento.

A medida é mais apoiada pelos adultos com idade entre 45 e 54 anos (58% dos entrevistados), por aqueles que possuem nível superior (58%) e ganham renda mensal de mais de cinco salários mínimos (56%).

Tribunal de Justiça libera aumento de velocidade

No início da tarde desta terça-feira (24), o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) acolheu recurso da prefeitura e suspendeu a liminar (decisão provisória) que suspendia o aumento dos limites de velocidade nas marginais Pinheiros e Tietê. 

A Ciclocidade (Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo) vai recorrer contra a suspensão da liminar.

O aumento da velocidade nas marginais foi uma das principais bandeiras de Doria na campanha eleitoral de 2016.

Em julho de 2015, o governo do então prefeito Fernando Haddad (PT) -- que tentou a reeleição no ano passado -- reduziu a velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros. O limite nas faixas locais caiu de 70 km/h para 50 km/h. Já nas pistas centrais, a velocidade passou de 70 km/h para 60 km/h. A diminuição nas faixas expressas foi de 90 km/h para 70 km/h. Sob Doria, o objetivo é restaurar os limites anteriores.

Nos primeiros 12 meses após a implantação da redução, a quantidade de acidentes fatais caiu 52%, segundo números da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

Segundo especialistas ouvidos pelo UOL em dezembro, a velocidade maior aumenta o risco e a gravidade de acidentes. Já a Prefeitura de São Paulo afirma, em seu recurso contra a decisão judicial, que o aumento dos limites de velocidade prevê a “adoção de medidas concretas para evitar acidentes, tudo dentro de rigoroso planejamento amparado por estudos técnicos".

O QUE PENSA O PEDESTRE SOBRE AS VELOCIDADES NAS MARGINAIS?

UOL Notícias

Mais Cotidiano