Diego Herculano/AFP

Violência no Rio

Criança morre após ser baleada na cabeça em favela com UPP, a 4ª vítima em menos de uma semana

Paula Bianchi

Do UOL, no Rio

  • Antonio Lacerda/Efe

    A favela Camarista Meier, em que a criança foi baleada, conta com uma UPP desde 2013

    A favela Camarista Meier, em que a criança foi baleada, conta com uma UPP desde 2013

Uma criança de 11 anos morreu após ser baleada na cabeça nesta terça-feira (4) durante uma operação da polícia na UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Camarista Méier, na zona norte do Rio de Janeiro. Ela é a quarta vítima de bala perdida em favelas com UPP no Rio em menos de uma semana

Segundo as primeiras informações do comando da UPP, policiais entraram em confronto com criminosos em uma área conhecida como Boca do Mato quando patrulhavam a região. Além da criança, o subcomandante da unidade também foi ferido.

A criança chegou a ser socorrida e encaminhada para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu aos ferimentos. 

Na sexta-feira (30), mãe e filha morreram após serem baleadas durante um tiroteio na Mangueira, também na zona norte.

Já na quarta-feira o faxineiro Fábio Franco de Alcântara, 38, morreu ao ser atingido por disparos quando seguia para casa para almoçar na favela Pavão Pavãozinho, na zona sul da cidade.

Com 38 unidades em diferentes favelas da cidade, o programa das UPPs tem cerca de 10 mil policiais e vive o seu pior momento, com tiroteios cada vez mais frequentes, críticas de moradores, denúncias de abuso policial e falta de recursos.

Um levantamento feito pelo UOL com base nos dados do aplicativo Fogo Cruzado mostrou que, desde o começo do ano, ao menos uma pessoa perdeu a vida a cada dois dias em decorrência de conflitos armados nas favelas ocupadas pela polícia.

Tradutor: Criança é 4ª vítima a morrer vítima de bala perdida em UPPs no Rio em menos de uma semana

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos