Homem morre após fugir de hospital e ser atropelado duas vezes no mesmo dia na PB

Jéssica Nascimento

Colaboração para o UOL

  • Divulgação

Um homem morreu após ser atropelado duas vezes no mesmo dia na Paraíba. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, Edvaldo Monteiro da Silva, de 33 anos, foi atingido pela primeira vez na manhã de terça-feira (10) em Campina Grande. Ele foi levado ao hospital, fugiu antes de receber alta e morreu após ser atropelado novamente por um carro.

O segundo atropelamento ocorreu na BR-230, km 161, por volta de 17h40. Ambos os motoristas fugiram dos locais dos acidentes sem prestar socorro e ainda não foram identificados.

Leia mais:

A polícia acredita que Edvaldo Monteiro da Silva tenha sido atingindo e morto por um carro de passeio. Chovia no momento do acidente.

Testemunhas disseram para a polícia que viram o homem saindo do Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes em Campina Grande. Ele estava internado na ala cirúrgica.

Ao UOL, o diretor-geral do hospital disse que Edvaldo Monteiro da Silva informou para os vigilantes que estava acompanhando um paciente e, por isso, conseguiu fugir.

"O paciente retirou a pulseira de identificação, foi abordado pelo apoio e mentiu dizendo que era acompanhante. Ele teria arrancado o dreno de tórax e soro após agitar-se em função de uma síndrome de abstinência alcoólica", explicou.

O homem estava acompanhado da irmã, que o teria deixado sozinho para jantar sem comunicar à enfermagem que da Silva ficaria sem companhia por um tempo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos