PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Jovem é preso por suspeita de matar estudante a pedradas por dívida de R$ 300

Jéssica Nascimento

Colaboração para o UOL

21/08/2018 15h51

Um jovem foi preso na tarde desta segunda-feira (20), suspeito de matar a pedradas o estudante de filosofia da Universidade de Brasília (UnB) Jiwago Henrique de Jesus Miranda, de 33 anos. Matheus Rosa, de 19 anos, disse que cometeu o crime por uma dívida de drogas de R$ 300. Um adolescente de 16 anos também está envolvido no caso.

O corpo do estudante foi encontrado na tarde do dia 23 de junho, em um matagal localizado em frente a um dos prédios da Colina, região de apartamentos funcionais de professores e servidores da UnB. O local, segundo a Polícia Civil, é ponto de uso e venda de drogas.

Leia também

Segundo o delegado Leandro Rosetto, responsável pelas investigações, o suspeito foi localizado no Jardim Inga?, em Luzia?nia, na região de Goiás, a 59 km do centro de Brasília. Ele estava escondido na casa da sogra. Nesta terça-feira (21), policiais levaram o suspeito até a UnB para reconstituir o crime.

“Ele (Matheus Rosa) primeiro havia informado que agiu por legitima-defesa, que o Jiwago queria matá-lo. Mas na reconstituição caiu por terra, né?! Ele contou com a ajuda de um adolescente que já foi identificado, mas está foragido”, explicou o delegado.

Matheus Rosa e o adolescente mataram o estudante com mais de quatro pedradas na cabeça. Segundo testemunhas, Jiwago Henrique era usuário de crack e cliente do suspeito há pelo menos três meses.

O suspeito vai responder por homicídio e, se condenado, pode pegar de seis a 20 anos de prisão.

Na época, a universidade lamentou a morte do estudante e disse que ele era membro da comunidade acadêmica há nove anos, tendo recebido, no período, auxílio socioeconômico e acompanhamento psicossocial.

Cotidiano