Topo

PRF apreende 1,2 tonelada de cocaína em AL; motorista saltou de caminhão em movimento

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL

02/10/2018 12h33

Cerca de 1,2 tonelada de cocaína foi apreendida em um caminhão na noite da última segunda-feira (1º) na BR-423, em Alagoas, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Avaliada em R$ 60 milhões, esta é a maior quantidade da droga já apreendida no Nordeste, segundo a PRF.

Um caminhão com a placa de Pernambuco foi parado durante uma blitz noturna na altura de Canapi, no sertão alagoano. De acordo com os agentes, o motorista apresentou os documentos do veículo e as notas fiscais da carga transportada, que teoricamente era só de potes de cerâmicas, mas "estava com pressa de ser liberado".

Os agentes então pediram que o homem de 35 anos e de identidade não revelada estacionasse e descesse do caminhão para fiscalizarem a carga. O motorista desobedeceu e acelerou o veículo, mas perdeu o controle e bateu no acostamento.

Leia mais:

Segundo a PRF, ele pulou do veículo antes da colisão e se feriu. Os agentes chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o homem foi encaminhado ao Hospital de Santana do Ipanema, cidade próxima ao local da abordagem.

No veículo, em meio a cerâmicas e sofás, os policiais encontraram 22 sacolas com tabletes de cocaína. Ao todo, era mais de 1,2 tonelada da droga. A PRF-AL estima que o carregamento seja avaliado em mais de R$ 60 milhões. É a maior apreensão de cocaína já feita no Nordeste.

Agora, a Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN) e a Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP/AL) investigam o caso. O homem passou a noite no hospital e deverá responder por tráfico de drogas, com pena de cinco a 15 anos de prisão caso seja condenado.

Mais Cotidiano