Topo

Havia empregados na área e pode haver vítimas, diz Vale sobre Brumadinho

Ana Carla Bermúdez

Do UOL, em São Paulo

25/01/2019 16h14

Em nota divulgada na tarde desta sexta-feira (25), mineradora Vale afirmou que havia funcionários na região atingida por rejeitos após o rompimento de uma barragem na cidade de Brumadinho (MG), a cerca de 60 km de Belo Horizonte. Outras duas barragens também foram atingidas.

"Havia empregados na área administrativa, que foi atingida pelos rejeitos, indicando a possibilidade, ainda não confirmada, de vítimas", diz a nota (veja a íntegra do comunicado abaixo).

No texto, a Vale diz lamentar profundamente o acidente e diz estar empenhando todos os esforços no socorro e apoio aos atingidos.

"O resgate e os atendimentos aos feridos estão sendo realizados no local pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil. Ainda não há confirmação sobre a causa do acidente", diz a nota.

"A prioridade máxima da empresa, neste momento, é apoiar nos resgates para ajudar a preservar e proteger a vida de empregados, próprios e terceiros, e das comunidades locais", diz ainda o comunicado.

Uma barragem de rejeitos da empresa mineradora Vale rompeu na tarde desta sexta-feira (25) na cidade de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. 

A Defesa Civil do estado e o Corpo de Bombeiros enviaram equipes ao local para avaliar a extensão do problema. Aeronaves das corporações sobrevoam a área. Ainda não há informações confirmadas sobre vítimas, mas imagens de emissoras de TV mostram imóveis e veículos atingidos pelos rejeitos e o resgate de moradores. 

Em nota, o Ibama informou que a Barragem VI no Córrego do Feijão tem um volume de 1 milhão de m³ de rejeito de mineração --- no desastre de Mariana, o volume da barragem era de 50 milhões de m³.

Veja a íntegra da nota da Vale:

Sobre rompimento de barragem em Brumadinho

 A Vale informa que, no início desta tarde, ocorreu o rompimento da Barragem 1 da Mina Feijão, em Brumadinho (MG). A companhia lamenta profundamente o acidente e está empenhando todos os esforços no socorro e apoio aos atingidos.

Havia empregados na área administrativa, que foi atingida pelos rejeitos, indicando a possibilidade, ainda não confirmada, de vítimas. Parte da comunidade da Vila Ferteco também foi atingida.

O resgate e os atendimentos aos feridos estão sendo realizados no local pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil. Ainda não há confirmação sobre a causa do acidente.

A prioridade máxima da empresa, neste momento, é apoiar nos resgates para ajudar a preservar e proteger a vida de empregados, próprios e terceiros, e das comunidades locais.

A Vale continuará fornecendo informações assim que confirmadas.

Mais Cotidiano