Topo

Atenção é com vítimas, diz Zema 3h após acidente em barragem de Brumadinho

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

25/01/2019 16h49

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), declarou na tarde desta sexta-feira (25) que o governo do estado instalou um gabinete de gestão de crise para avaliar o acidente na barragem em Brumadinho (MG), região metropolitana de Belo Horizonte, que se rompeu no final da manhã de hoje, despejando lama pela região. Outras duas barragens também foram atingidas.

As primeiras informações sobre o acidente foram divulgadas por volta das 13h, e o governador se manifestou pelo Twitter às 16h16.

Em mensagens publicadas nas redes sociais, Zema afirmou que a atenção neste momento está centralizada no socorro às eventuais vítimas. Não há informações oficiais sobre feridos, desabrigados ou mortos.

"Estava em deslocamento no interior do estado onde tinha compromisso, mas já estou a caminho de Belo Horizonte, local onde o Governo de Minas instalou o gabinete de gestão de crise assim que teve a notícia do ocorrido em Brumadinho", disse Zema.

"Todo o aparato do Governo de Minas foi enviado para prestar os primeiros socorros às vítimas e o suporte necessário para os moradores da região. Nossa atenção neste momento está direcionada para socorrer as pessoas atingidas", completou.

Uma barragem de rejeitos da empresa mineradora Vale rompeu nesta sexta Brumadinho, localizada a 51 km da capital mineira. O rompimento aconteceu na região do córrego do Feijão, que deságua no rio Paraopeba. 

A Defesa Civil de Minas Gerais e o Corpo de Bombeiros enviaram equipes ao local. Emissoras de TV mostraram imóveis e veículos atingidos pelos rejeitos e o resgate de moradores. Duas vítimas foram encaminhadas para o hospital estadual João XXIII, na capital mineira -- o estado delas é estável. 

Cotidiano