Topo

Menino de 10 anos furta carro para dirigir pela 3ª vez em SP, diz GCM

Divulgação/GCM de Botucatu
20.mai.2019 - Carro furtado por menino de 10 anos em Botucatu (SP) Imagem: Divulgação/GCM de Botucatu

Thiago Tassi

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

2019-05-20T13:24:43

20/05/2019 13h24

Um menino de 10 anos foi flagrado dirigindo um carro furtado na noite do último sábado (18) em Botucatu (SP). De acordo com a Guarda Civil Municipal (GCM), acionada para atender a ocorrência, um garoto de 7 anos estava no banco do passageiro. Os dois não tiveram a identidade revelada.

É a terceira vez que o menino mais velho se envolve neste tipo de caso, conforme relatou a GCM, após cruzar os dados com informações das polícias Civil e Militar. O Conselho Tutelar foi comunicado e está tomando medidas protetivas.

Abordado a primeira vez pelos agentes que atenderam a ocorrência, o menino de 10 anos alegou que o veículo era de seu pai. Indagado novamente, ele acabou confessando que haviam furtado o carro "para dar um rolê". Ao todo, eles circularam por cerca de três quilômetros pela cidade do interior paulista.

Divulgação/GCM de Botucatu
Menino de 10 anos que furtou carro em Botucatu (SP) tinha várias chaves de carro Imagem: Divulgação/GCM de Botucatu
O Conselho Tutelar foi avisado do caso ainda no sábado à noite. As crianças, que viram a chave na ignição e pegaram o veículo no bairro Jardim do Cedro, foram devolvidas aos pais.

De acordo com a conselheira tutelar Rosemary da Cunha Carvalho, não há nenhum grau de parentesco entre os meninos. Eles seriam amigos.

"Fizemos o encaminhamento e estamos monitorando (as crianças). Procuramos entender se participam de projetos socioeducativos, e vamos encaminhar para psicólogos os pais e as crianças. Como eles têm menos de 12 anos, não caracteriza ato infracional. Somente acima de 12", disse Rosemary.

Desta forma, eles não podem responder criminalmente pelo furto. O proprietário do automóvel foi procurado pela polícia e disse que seu carro foi furtado por volta das 17h. Ele foi encaminhado à delegacia, registrou o boletim de ocorrência apenas para se precaver de possíveis infrações e danos, e foi liberado na sequência.

Mais Cotidiano