Topo

Discussão por linha cortada de pipa termina em morte a tiros de jovem em SP

24.jun.2019 - Victor é morto a tiros por causa de discussão por pipa - Reprodução/Facebook
24.jun.2019 - Victor é morto a tiros por causa de discussão por pipa Imagem: Reprodução/Facebook

Simone Machado

Colaboração para o UOL, em São José do Rio Preto (SP)

26/06/2019 15h04

Uma discussão por causa de uma pipa terminou na morte de um adolescente de 16 anos, em Agudos, interior de São Paulo. Victor Gabriel Finatti Natalini foi atingido por um tiro no abdômen na tarde de segunda-feira (24), chegou a ser socorrido, mas morreu logo após dar entrada no Hospital de Base de Bauru.

De acordo com a Polícia Civil, o autor do disparo é um jovem de 19 anos, que não teve a identidade divulgada. A polícia informou que o suspeito reagiu após ser ameaçado pela vítima com uma arma. Os dois teriam entrado em luta corporal, o suspeito teria pego a arma da vítima e dado os disparos.

O suspeito se apresentou à polícia na tarde de ontem, acompanhado da advogada de defesa e confessou o crime, mas foi liberado após prestar depoimento por não ter ocorrido o flagrante e não ter mandado de prisão contra ele. A Polícia Civil pretende pedir a prisão preventiva dele ainda hoje. Ele deve responder por homicídio qualificado por motivo fútil.

"No depoimento, ele confessou que atirou por causa da discussão que tiveram por causa da pipa. Hoje vou ouvir a última testemunha que falta e, após isso, já vou encaminhar o inquérito ao Fórum e pedir pela prisão preventiva dele", explica o delegado Cristiano Manfio Cardarelli, responsável pelas investigações.

O crime ocorreu na tarde de segunda-feira, no Jardim Danúbio. Segundo o boletim de ocorrência, Victor e o suspeito do crime estavam no local junto com outras pessoas soltando pipa. Quando o jovem de 19 anos teria cortado a linha da pipa de um amigo de Victor, a vítima saiu em defesa do amigo e discutiu com o suspeito. A briga teria ficado apenas em ofensas verbais.

"O suspeito já estava dentro do carro aguardando para ir embora, quando a vítima chegou. Eles voltaram a discutir e o Victor teria começado a agredir o autor, que estava dentro do carro. Depois, a vítima apontou uma arma para a cabeça o autor", explica o delegado. O jovem de 19 anos teria descido do carro e entrado em luta corporal com Victor, momento em que teria conseguido pegar a arma da vítima e dado o disparo. O suspeito deixou o local após o fato. Segundo a polícia, a versão foi confirmada por várias testemunhas ouvidas até o momento.

A defesa do jovem de 19 anos, afirma que ele agiu em legítima defesa. "Os fatos não são bem como estão sendo divulgados, ele agiu apenas para se defender. Prova disso é que ele foi ouvido e liberado", explicou a advogada de defesa, Eneide Guedes.

Acidentes com linha de pipa causam amputações

bandrio

Mais Cotidiano