Topo

Polícia investiga foto com gato morto em supermercado

Foto com gato morto em supermercado - reprodução/Instagram
Foto com gato morto em supermercado Imagem: reprodução/Instagram

Daniel Leite

Colaboração para o UOL, em Juiz de Fora (MG)

19/08/2019 21h56

A polícia mineira investiga uma foto publicada nas redes sociais que mostra um gato morto dentro de uma caixa de papelão, no depósito de uma grande rede de atacado e varejo em Ituiutaba (MG).

O caso veio à tona depois de denúncia anônima de que o felino teria sido morto dentro do estabelecimento. Em nota, a empresa afirmou estar apurando o caso e ter afastado os envolvidos. Nas redes sociais do Mart Minas, várias pessoas pedem explicações sobre o caso.

A foto mostra um funcionário todo de branco, de bota, com touca na cabeça fazendo um sinal de positivo com a mão, um saco plástico na outra e a caixa no chão. Dentro dela, é possível visualizar uma parte do corpo do gatinho. Atrás, é possível ver que se trata de um grande depósito, com mercadorias no chão e na prateleira.

Segundo um trabalhador do local que atendeu ao contato da reportagem do UOL por telefone, três funcionários estariam envolvidos na postagem. Eles teriam dito que o felino já estava morto dentro do estabelecimento.

De acordo com essa fonte, eles foram afastados por terem tirado a foto e não por supostamente terem matado o gatinho. "Foram desligados não por terem matado o gato, mas por terem postado a foto dentro do estabelecimento. A alegação deles é de que já o encontraram morto. O problema foi a brincadeira que gerou toda essa repercussão".

De acordo com esse funcionário, além das fotos, a polícia tem outras imagens em mãos para analisar o caso. "Tá tudo nas mãos da polícia, todas as imagens. Pela imagem dá para ver certinho o que aconteceu". O trabalhador afirmou que os envolvidos já até sofreram ameaças por causa da postagem. "Os meninos são bons de serviço, estão sofrendo ameaça, por uma brincadeira de mau gosto que fizeram".

A Polícia Civil disse que, por ser um fato recente, ainda não há conclusão.

O Mart Minas, rede de atacado e varejo, emitiu nota nas redes sociais dizendo que trata-se de um "suposto crime de maus-tratos a animais que teria ocorrido em nossa unidade de Ituiutaba". A empresa declara "consternação e espanto", afirma estar apurando o fato e comunica o afastamento dos trabalhadores, sem dizer quantos.

"A morte de um gatinho, independente da causa, é motivo de muita tristeza para todos nós da família Mart Minas e os responsáveis por eventual crime serão punidos com todo o rigor da lei. O Mart Minas abomina todo tipo de violência e permanece à disposição da sociedade para prestar todos os esclarecimentos necessários", diz o final da nota.

De acordo com o site oficial, o Mart Minas possui 35 lojas em 29 cidades mineiras, onde são vendidos mais de 10 mil itens de alimentação, higiene, limpeza, embalagens, bombonière, bebidas e bazar.

Mais Cotidiano