Topo

Sequestrador de ônibus pediu ambulância para resgatar refém, diz PRF

Imagem de homem que faz reféns em ônibus da Ponte Rio-Niterói  - Reprodução/TV Globo
Imagem de homem que faz reféns em ônibus da Ponte Rio-Niterói Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

20/08/2019 07h41Atualizada em 20/08/2019 12h47

Uma porta-voz da Polícia Rodoviária Federal disse que "cerca de 18 pessoas" estão dentro do ônibus em que um homem armado fez reféns na manhã de hoje na Ponte Rio-Niterói, sentido Rio de Janeiro, e que o sequestrador pediu uma ambulância para uma pessoa que passava mal.

Um policial da PRF é que conduz as negociações com o sequestrador, de acordo com a porta-voz Sheila Sena.

"[Ele] Está ameaçando colocar fogo no ônibus, colocando os passageiros em perigo. Estamos em negociação para liberar mais reféns, porque não sabemos qual o real propósito dele, mas estamos negociando para chegar a melhor solução possível. Os passageiros passaram mal e ele pediu uma ambulância, nós providenciamos. Justamente porque eles passaram mal ele liberou os reféns", disse Sheila, à GloboNews.

"Estamos preocupados com a segurança dos passageiros, mas pedimos para a população ficar com calma porque vamos resolver esse incidente", adicionou ela, ressaltando que o policial tem treinamento para conduzir esse tipo de negociação.

O ônibus é da Viação Galo Branco e faz parte da linha 2520, que sai do Jardim Alcântara, em São Gonçalo, em direção ao Estácio, na região Central do Rio.

Imagens da TV Globo mostraram cinco reféns - três mulheres e dois homens - sendo liberadas e recebendo atendimento médico.

Por conta do incidente, todas as pistas no sentido Rio de Janeiro estão interditadas. No Twitter, a Ecoponte recomenda o uso de barcas para a realização da travessia de Niterói para a capital fluminense.

Mais Cotidiano