Topo

Depois de atraso, IML libera corpo da menina Ághata Félix, morta no Rio

Do UOL, em São Paulo

21/09/2019 23h09

O IML (Instituto Médico-Legal) do Rio de Janeiro confirmou que liberou o corpo da garota Ághata Félix, por volta das 21h30 de hoje. A criança de 8 anos foi assassinada após uma operação da Polícia Militar, ocorrida no Complexo do Alemão, zona norte da capital fluminense, ontem à noite.

Por falta de funcionários habilitados para operar um aparelho de scanner para identificar e localizar o fragamento de projétil, houve um atraso na liberação do corpo para família. Somente à noite, o procedimento foi realizado.

Até o presente momento não há informações sobre o horário, data e o local do velório e do enterro.

De acordo com relato de moradores, Ághata Vitória Sales Félix estava dentro de uma Kombi junto ao avô quando foi atingida por um tiro de fuzil.

Ela chegou a ser levada para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha, também zona norte, mas teve a morte confirmada no local.

Testemunhas apontam que os policiais perseguiam uma moto quando houve o disparo que atingiu a criança.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Cotidiano