Topo

Flordelis homenageia marido 4 meses após morte: "Tudo irá se esclarecer"

Pastor Anderson do Carmo de Souza e deputada federal Flordelis (PSD-RJ) - Reprodução/Facebook
Pastor Anderson do Carmo de Souza e deputada federal Flordelis (PSD-RJ) Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

17/10/2019 08h39

O assassinato do pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), completou quatro meses ontem. A parlamentar, apontada por ao menos quatro dos 54 filhos do casal (a maioria adotivos) como suspeita de envolvimento no crime, fez uma homenagem ao marido nas redes sociais. Dois filhos do casal - Lucas de Souza e e Flávio Rodrigues - estão presos por suspeita de envolvimento no assassinato.

"Essa foi uma de nossas últimas fotos, meu amor. Seis dias depois, tiravam você de mim. Quatro meses já se passaram... Alguns já esqueceram, outros criam especulações, mas só Deus sabe a dor em minha alma em não ter você aqui comigo. Tudo irá se esclarecer, e eu continuarei o seu legado aqui na terra. Te amo, meu Niel!", postou a deputada.

No relatório final da 1ª fase das investigações, Flávio e Lucas são apontados como executores do crime pela Polícia Civil, mas não os mandantes.

Em depoimentos à polícia, ao menos quatro dos 54 filhos de Flordelis e Anderson do Carmo apontam a participação da mãe no crime. Três deles abriram uma dissidência pública em relação à deputada. Um deles disse à polícia que a mãe seria "mentora intelectual da execução de Anderson".

Ele também afirmou que Flordelis teria lhe dito "que Anderson iria morrer" e acrescentou que a deputada vinha sondando os filhos há cerca de dois anos para saber se algum deles teria coragem de executar o crime.

A parlamentar nega as acusações. Segundo ela, "todas as pessoas próximas do casal e, mesmo as mais distantes, testemunharam sempre a relação de absoluta confiança e de amor existente entre eles dois."

Ouça o podcast Ficha Criminal (https://noticias.uol.com.br/podcast/ficha-criminal/), com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil.

Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Cotidiano