Topo

MP denuncia João de Deus pela 11ª vez por abuso sexual de mais 4 mulheres

Nova denúncia contra João de Deus cita 4 vítimas de abusos entre 2010 e 2016 - Walterson Rosa/Folhapress, PODER
Nova denúncia contra João de Deus cita 4 vítimas de abusos entre 2010 e 2016
Imagem: Walterson Rosa/Folhapress, PODER

Do UOL, em São Paulo

02/12/2019 12h24

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) apresentou hoje mais uma denúncia contra João de Deus por abuso sexual. É a 11ª primeira denúncia envolvendo o autointitulado médium.

A denúncia do MP trata de quatro vítimas cujos abusos teriam acontecido entre 2010 e 2016. As vítimas são originárias do Rio Grande do Sul, do Distrito Federal e duas da Bahia, e teriam entre 25 e 40 anos na época dos crimes.

Além disso, o MP citou outras sete vítimas cujos casos já prescreveram, pois teriam ocorrido entre 1976 e 2008. Entre essas vítimas, duas eram adolescentes de 12 e 14 anos na época em que os abusos teriam sido praticados.

As 11 denúncias feitas à Justiça somam 57 vítimas cujos casos não prescreveram. Se forem considerados casos que já prescreveram, o número de vítimas sobe para 144, de acordo com o MP.

João de Deus se aproveitou de doenças, diz promotora

Segundo a promotora Renata Caroliny Ribeiro e Silva, João de Deus se aproveitava da condição de vulnerabilidade das vítimas que o procuravam em busca de ajuda. De acordo com ela, as vítimas sofriam de doenças graves, como câncer, epilepsia e depressão severa.

A promotora afirmou que João de Deus amedrontava suas vítimas dizendo que não iriam engravidar no futuro ou que iria tirar trabalhos de "macumba" supostamente feitos contra elas.

"Tudo isso para intensificar o medo e criar um ambiente propício para os abusos", declarou a promotora durante entrevista coletiva à imprensa.

Cotidiano