PUBLICIDADE
Topo

Após chuvas, Ceagesp reabre sem varejão e feira de pescados

11.fev.2020- Permissionários da Ceagesp, na zona oeste da capital, descartam alimentos após as fortes chuvas que atingiram a cidade - Felipe Rau/Estadão Conteúdo
11.fev.2020- Permissionários da Ceagesp, na zona oeste da capital, descartam alimentos após as fortes chuvas que atingiram a cidade Imagem: Felipe Rau/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

12/02/2020 17h02

Dois dias após ser atingida pelas fortes chuvas que acometeram São Paulo, a Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) reabriu na tarde de hoje. Apesar do funcionamento, tanto o varejão quanto a feira de pescados foram cancelados.

O entreposto foi alagado e acarretou na perda de 7 mil toneladas de alimentos e prejuízo de R$24 milhões. A reabertura ocorreu às 14h de hoje com a entrada de caminhões para carga e descarga de frutas, legumes e verduras autorizada pelos portões 3 e 13.

A Ceagesp afirmou que os portões devem fechar às 20h para trabalho de limpeza. Eles serão reabertos à meia-noite.

O tradicional varejão, que ocorre três vezes por semana (quartas, sábados e domingos), não funcionará hoje "devido à operação de reorganização e limpeza".

A feira de pescados, realizada entre terças e sábados das 2h às 6h, também não ocorrerá nesta madrugada.

Já a feira de flores, que funciona a partir das 2h no portão 7, ocorre normalmente.

Segundo o entreposto, a partir de amanhã a previsão é que a entrada fique aberta por 24 horas, até que o processo de abastecimento seja normalizado.

"A direção da Ceagesp está tomando as medidas possíveis para retomar as atividades o mais rápido possível. Mais uma vez contamos com sua compreensão e colaboração de todos vocês", diz em nota.

Cotidiano