PUBLICIDADE
Topo

Idosa é assassinada na Grande SP; filha, genro e netas são suspeitos

Marivalda dos Santos, 61, foi encontrada morta - Reprodução
Marivalda dos Santos, 61, foi encontrada morta Imagem: Reprodução

Simone Machado

Colaboração para o UOL, em São José do Rio Preto (SP)

24/02/2020 14h46

Uma idosa de 61 anos foi encontrada morta com sinais de estrangulamento no apartamento onde morava, em Itaquaquecetuba (Grande São Paulo), na manhã de sábado.

A filha dela, de 36 anos, o genro, 25, e uma neta, de 19 anos, foram presos suspeito de envolvimento no crime. Outra neta da idosa, de 14 anos, também foi apreendida suspeita de ter participação.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e a Polícia Militar, o homem e a neta mais velha confessaram o crime. Eles ainda não têm advogados constituídos.

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 11h30 de sábado, eles foram chamados para atender a uma ocorrência na rua Aurélio Perez, no Jardim Americano.

No local, um condomínio de prédios populares, os policiais foram recebidos pela filha da vítima, que relatou aos policiais ter encontrado a mãe, Marivalda dos Santos, desacordada no quarto.

O Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência) e o Corpo de Bombeiros foram chamados, mas ao chegarem constataram que a idosa estava sem vida. Porém, havia marcas de agressão no pescoço da vítima, o que chamou a atenção dos paramédicos, segundo a PM.

Em conversa com vizinhos da idosa, estes relataram aos policiais que ouviram barulhos no apartamento dela durante a noite e que Marivalda vinha tendo desentendimentos com a filha e com as netas.

O motivo seria uma indenização de R$350 mil que a idosa teria recebido recentemente em uma ação judicial.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a neta mais velha da vítima, ao ser questionada sobre o que teria acontecido, teria confessado aos policiais que o crime foi cometido pela mãe e o companheiro dela, que naquele momento estava na casa de parentes.

Em nota a Secretaria de Segurança Pública informou que "o suspeito contou que ele, juntamente com a mulher e as duas filhas dela, praticaram o crime. O suspeito contou que a idosa foi estrangulada".
Todos --filha, genro e as duas netas-- foram levados para a delegacia da Polícia Civil.
Os três adultos foram presos em flagrante por homicídio qualificado e a adolescente foi apreendida por ato infracional por homicídio.

O corpo de Marivalda foi sepultado na manhã de hoje no Cemitério Morada da Paz.

Cotidiano