PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
10 meses

Estudantes são suspensos após saudação nazista em colégio tradicional de PE

Alunos de escola particular do Recife fazem saudação nazista durante campanha para orador de turma - Reprodução/Redes Sociais
Alunos de escola particular do Recife fazem saudação nazista durante campanha para orador de turma Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

06/03/2020 09h58

Um grupo de 11 estudantes do terceiro ano do colégio Santa Maria, um dos mais tradicionais do Recife, fez uma foto com saudação nazista em sala de aula durante campanha para orador da turma, que se formará no final do ano. A imagem foi publicada, na tarde de ontem, na conta do Instagram @militancia.2020, que foi apagada horas depois.

O colégio suspendeu os estudantes até o dia 17 e reuniu os pais ontem mesmo para informar sobre as medidas tomadas. Os adolescentes vão passar por monitoramento e, depois, terão que apresentar um trabalho sobre o tema.

Na imagem, um estudante está posicionado como "líder" enquanto os demais estão no lado oposto. Todos fazem o gesto de saudação em apologia ao nazismo. Na publicação, eles escreveram o nome do adolescente seguido da palavra ariano.

"É com imenso prazer que apresentamos-lhes F.B.M.V para candidato de orador. Ele promete ser o novo Fürher da série nessa caminhada para a construção de um novo e inovador Reich", diz a legenda da foto.

Na descrição da imagem, estudantes destacam ainda que o colega frequenta a escola "desde sempre" e que ele tem uma "boa oratória". "Amigo do povo e com boa oratória promete proporcionar aos formandos uma noite inesquecível", descreve.

Os adolescentes têm idades entre 16 e 17 anos e vão concluir o ensino médio ao final deste ano. Neste início de 2020 eles começaram a se organizar para a formatura.

Segundo o colégio, a foto foi feita sem a presença de um professor, durante intervalo de entre uma aula e outra. O Colégio Santa Maria se posicionou sobre o assunto nas redes sociais e afirmou que "não apoia nenhum tipo de comportamento que vá de encontro a valores cristãos, éticos, cidadãos, à preservação à vida, ao respeito de todas as raças, povos e crenças."

"Informamos que, imediatamente, nos reunimos com pais e alunos e tomamos as medidas pedagógicas e educativas cabíveis. Em nome do colégio Santa Maria, pedimos desculpas a todos aqueles que se sentiram ofendidos", diz a escola, na nota.

Cotidiano