PUBLICIDADE
Topo

BA: Casamento é alvo de protestos; convidados e noivos estavam sem máscaras

Do UOL, em São Paulo

24/05/2020 08h59Atualizada em 24/05/2020 10h59

Um casamento realizado ontem na paróquia Corredor da Vitória, no largo da Vitória, área nobre de Salvador, foi alvo de protestos de vizinhos do local. As pessoas que participaram da cerimônia foram rechaçadas e ouviram palavras como "vergonha" e "irresponsáveis".

Pessoas que estiveram no casamento, incluindo os noivos, estavam sem equipamentos de proteção individual, como máscaras ou luvas, pelo que é possível ver em imagens gravadas pelos vizinhos que protestaram contra a cerimônia.

Além das reclamações do moradores do entorno da paróquia, também houve relatos com críticas ao participantes nas redes sociais.

Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo, as celebrações não estão proibidas nas igrejas de Salvador, desde que respeitem a quantidade máxima de até 50 pessoas e as medidas de distanciamento, mas explicou que casamentos não são eventos que dependem de licença para ocorrer.

Para a secretaria, não houve irregularidade. No entanto, a falta das máscaras contrariou determinações municipais e também das organizações de saúde. A igreja receberá uma ação fiscal, que funciona como um alerta, para que fique ciente da necessidade de usar máscaras em possíveis novos eventos.

A paróquia disse que os noivos foram informados sobre a necessidade do uso de máscaras, do limite de pessoas e sobre o distanciamento social necessário. Segundo a paróquia, o que foi acordado não foi cumprido pelos participantes.

Coronavírus