PUBLICIDADE
Topo

'Não é porque vamos para a fase 2 que acabou a quarentena', diz Bruno Covas

18.mai.2020 - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas - Paulo Gueret/Agência O Dia/Estadão Conteúdo
18.mai.2020 - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas Imagem: Paulo Gueret/Agência O Dia/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

28/05/2020 18h31

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, reforçou o alerta para os cuidados com a saúde e a manutenção do isolamento social mesmo na chamada "fase 2" da reabertura da cidade.

Em entrevista ao Brasil Urgente de hoje, Covas disse que "não é porque vamos para a fase 2 que acabou a quarentena, acabou a preocupação com a saúde".

Segundo ele, é necessário que a iniciativa privada apresente à Prefeitura e à vigilância sanitária protocolos de segurança, provando que são capazes de reabrir com segurança.

"Se agente abrir de qualquer jeito, o estado vai fazer o município voltar à fase 1 daqui a duas semanas", disse. "Eles [as empresas] precisam garantir que vão respeitar a quantidade de pessoas determinada, que vão distribuir álcool em gel, que não vai ter desemprego das funcionárias mulheres porque as creches ainda estão fechadas".

A fase 1 é a que a cidade de São Paulo vive há 60 dias, com proibição de serviços não essenciais.

Coronavírus