PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês
SP: PF prende suspeito de estuprar duas crianças e publicar imagens na web

Polícia Federal prende suspeito de estupro de vulnerável e pornografia infantil na zona leste de São Paulo - Divulgação/Polícia Federal
Polícia Federal prende suspeito de estupro de vulnerável e pornografia infantil na zona leste de São Paulo Imagem: Divulgação/Polícia Federal

Do UOL, em São Paulo

04/08/2020 07h50Atualizada em 04/08/2020 09h34

A Polícia Federal prendeu na manhã de hoje um suspeito de estuprar duas crianças na zona leste de São Paulo. De acordo com a PF, o suspeito teria publicado imagens do crime em um fórum na "deep web", área da internet mais escondida e que não pode ser acessada por meio de buscadores convencionais.

A prisão faz parte da Operação Toca da Onça, deflagrada hoje. As investigações contam com a participação da Interpol, em Lyon, na França.

A partir de informe produzido pela Interpol, a PF conseguiu identificar o suspeito dos estupros. Trata-se de um brasileiro de, aproximadamente, 40 anos, casado e sem filhos. Os atos ocorreram no início deste ano e as vítimas são duas crianças de 3 e 5 anos, ambos filhos de uma parente.

Com o aprofundamento das investigações, verificou-se que o suspeito se valia da convivência íntima com as crianças para encontrar oportunidades para estuprá-las, filmá-las e divulgar os arquivos em fórum da 'deep web" frequentado por pedófilos, segundo a PF.

Até o momento não há indícios da participação da esposa do preso nem da mãe das vítimas. A PF apura se as fotos eram comercializadas ou trocadas por cenas de outras vítimas.

O crime de publicação de imagens de pornografia infantil prevê pena de 3 a 6 anos de reclusão. Já o estupro de vulneráveis prevê de 8 a 15 anos de prisão.

Cotidiano