PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês
MS: polícia descobre que 'paciente' de ambulância é 1,5 tonelada de maconha

Ambulância transportava 1,5 tonelada de maconha em Ponta Porã (MS) - Divulgação/PRF
Ambulância transportava 1,5 tonelada de maconha em Ponta Porã (MS) Imagem: Divulgação/PRF

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Recife

08/10/2020 16h50

Uma ambulância que levava 1,5 tonelada de maconha escondida no compartimento de transporte de pacientes foi apreendida na BR-463, em Ponta Porã (MS), na região sul do estado, ao ser abordada por agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal), na noite de ontem. O veículo foi abordado no posto de fiscalização Capey.

Os ocupantes do veículo, o condutor e o passageiro, estavam vestidos de jaleco branco, além de terem acionado o giroflex da ambulância, para dar mais veracidade que estariam socorrendo uma pessoa. Entretanto, o plano não deu certo.

Segundo a polícia, a carga que pesou exatamente 1.536 kg é avaliada em mais de R$ 1,5 milhão. Os dois homens que estavam na ambulância foram presos. Os nomes deles não foram divulgados.

A descoberta que a ambulância estava com algo irregular ocorreu porque policiais rodoviários deram ordem de parada para o condutor do veículo e ele não parou.

"Diante da atitude suspeita, foi realizado o acompanhamento tático até o momento em que os dois ocupantes abandonaram o veículo às margens da rodovia e empreenderam fuga pela mata. Após buscas pela região, os dois suspeitos, de 30 e 22 anos, foram localizados", informou a PRF.

Os homens foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Em caso de condenação, a pena varia entre cinco e 15 anos de reclusão.

Ao abrirem o compartimento de transporte de pacientes, os policiais rodoviários federais se depararam com uma carga composta de vários pacotes de maconha. Após serem presos, os homens contaram aos policiais rodoviários que já receberam a ambulância carregada com a droga em Ponta Porã e iria transportá-la até Três Lagoas, na região leste do estado.

Os presos disseram ainda que iriam receber R$ 20 mil pelo serviço ao chegar ao local que a droga deveria ser entregue. Os homens não informaram quem os contratou e quem seria o dono da carga de maconha.

Os presos foram encaminhados pela PRF para a delegacia da Polícia Civil em Ponta Porã, junto com o veículo e a droga apreendidos. A investigação do caso ficará a cargo da delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã.

Os homens estão presos aguardando audiência de custódia, que deverá ocorrer até amanhã. A Polícia Civil informou que os presos não apresentaram ainda advogado para fazer a defesa deles.

Cotidiano