PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Esse conteúdo é antigo

Ministro: 'Energia no AP será 100% normalizada até fim da semana que vem'

Visita do ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque (ao centro, de braço erguido), ao Amapá - Divulgação/Ministério de Minas e Energia
Visita do ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque (ao centro, de braço erguido), ao Amapá Imagem: Divulgação/Ministério de Minas e Energia

Gabriel Dias

Colaboração para o UOL, em Macapá

07/11/2020 20h51

O ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou hoje (7) que o fornecimento de energia elétrica no Amapá será 100% normalizado até o final da próxima semana. Ele esteve acompanhando os trabalhos na subestação de rebaixamento de carga da empresa Isolux, no Amapá.

"Já temos cerca de 65% da carga de energia retomada e esperamos que isso gradualmente vá se restabeleça 100% até o final da próxima semana", anunciou o Albuquerque.

A visita também teve a presença do presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, que comentou sobre o esforço empregado pelos órgãos estaduais e federais para buscar uma solução para o momento de crise sofrido no Amapá.

"Nós estamos há praticamente três dias lutando para resolver um problema dramático com o esforço coletivo de todos os órgãos", comentou Alcolumbre.

O fornecimento de energia no estado do Amapá vem sendo restabelecido parcialmente desde a madrugada de hoje. Enquanto a situação não é normalizada, o governo estadual planeja um rodízio no abastecimento.

"A Companhia de Eletricidade do Amapá e o Operador Nacional do Sistema definiram como melhor utilizar essa energia já disponibilizada para que as prioridades e a sociedade dos 13 municípios tenham alguma quantidade de energia fornecida para ir voltando à normalidade", explicou o governador do Amapá, Waldez Góes.

No domingo (8), também está prevista outra inspeção dos trabalhos no município de Laranjal do Jari, a 265 quilômetros de Macapá, de onde está sendo retirado um transformador sobressalente que deverá garantir o fornecimento de 100% da energia no estado.

Cotidiano