PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
3 meses

Raríssimo, filhote de anta albina é resgatado em Piedade (SP)

Filhote de Anta Albina está debilitado, fraco e desidratado, segundo SEMA - Reprodução/Prefeitura de Piedade
Filhote de Anta Albina está debilitado, fraco e desidratado, segundo SEMA Imagem: Reprodução/Prefeitura de Piedade

Jean Sfakianakis

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/11/2020 13h26

Um filhote de anta albina foi resgatado na cidade de Piedade, no interior de São Paulo. O animal está alojado no Zoológico de Sorocaba recebendo cuidados veterinários. Nascido há apenas onze dias, o filhote pertence a uma espécie raríssima, considerada um "mito" na natureza.

No domingo (22), o coordenador de meio ambiente da prefeitura de Piedade, Natan Gabriel, de 25 anos, foi acionado por um morador da região de Ribeirão Bonito sobre a presença do animal. A equipe da prefeitura aguardou até segunda-feira para remover o filhote, que corria risco de morte.

"Foi achado no domingo, mas pegamos na segunda, demoramos para fazer monitoramento, esperamos para ver se a mãe aparecia. Não sabemos o paradeiro dela. Animal estava bem fraco, debilitado. Tive trabalho para mantê-lo na mão", conta Gabriel à reportagem. O vídeo abaixo foi registrado após resgate da Anta Albina.

"Foi algo histórico ter a oportunidade de participar desse resgate e acredito que um filhote nunca foi avistado na região, só adulto. Foi bem emocionante no momento do resgate", disse o funcionário da prefeitura da cidade.

Anta albina foi vista em 2014 de forma inédita

Há seis anos foi feito o primeiro registro da Anta Albina, considerada, até então, um "mito". Quem flagrou foi o fotógrafo e biólogo Leandro Candisani, em 2014, quando fazia uma ronda noturna e viu o animal na região de Tapiraí, no Legado das águas, também no interior paulista.

Depois, o animal albino ganhou um companheiro, em 2018, no mesmo local da primeira aparição. A dupla foi batizada como Gasparzinho e Canjica. Já o filhote encontrado no domingo ainda não tem nome e está sob cuidados da Secretária do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMA).

Cotidiano