PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Três estrangeiros são presos após furtos de mais de R$ 1 mi em shoppings

Dois bolivianos e um venezuelano foram capturados pela PRF em Catalão (GO) - PRF-GO/Divulgação
Dois bolivianos e um venezuelano foram capturados pela PRF em Catalão (GO) Imagem: PRF-GO/Divulgação

Ed Rodrigues

Colaboração para o UOL, no Recife

23/02/2021 17h28

Três estrangeiros suspeitos de roubar mais de R$ 1 milhão em joias e celulares foram presos pela Polícia Rodoviária Federal em Catalão (GO), a 270 km de Goiânia. Dois bolivianos e um venezuelano foram identificados nas imagens de uma joalheria do Piauí e de uma loja de dispositivos eletrônicos, no Maranhão, ambas localizadas em shoppings.

Segundo a PRF, os policiais abordaram um veículo no qual o trio viajava na BR-050 por volta das 17h de ontem. O automóvel vinha sendo monitorado pelas inteligências da PRF, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado do Piauí (Greco), e por PMs de Goiás, Distrito Federal e Piauí.

"Quando fizemos a abordagem, eles negaram tudo. Mas, pelas imagens dos shoppings, os documentos falsos e o veículo locado, conseguimos confirmar que foram eles", explicou o policial rodoviário federal Josiel Silva, ao UOL.

Ele acrescentou que a investigação no Piauí havia municiado as corporações com imagens de câmeras e informações sobre a documentação dos três.

No entanto, as mercadorias roubadas ainda não foram encontradas. "É uma quadrilha muito bem organizada. Não sabemos como conseguem, mas eles se desfazem dos produtos muito rapidamente para livrar flagrantes", disse.

"Ainda há a suspeita de participação em outras investidas em pelo menos quatro estados", continuou.

Em nota, a PRF informou que os suspeitos fugiram do Nordeste após vários delitos e seguiam para São Paulo.

Ainda segundo o comunicado, os três homens, que não tiveram as identidades divulgadas, foram entregues à Central de Flagrantes de Catalão.

Eles seguem à disposição da Justiça e devem responder pelos crimes de furto qualificado, uso de documentos falsos e formação de quadrilha.

Cotidiano