PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Idosa é resgatada após passar oito noites em buraco na mata de Curvelo (MG)

Geralda passou todo o período sem comer e implorou por água ao ser encontrada - Reprodução/TV Globo
Geralda passou todo o período sem comer e implorou por água ao ser encontrada Imagem: Reprodução/TV Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/03/2021 11h01

Uma mulher idosa foi encontrada presa em uma grota após passar oito noites desaparecida, em uma mata próxima à cidade de Curvelo, no estado de Minas Gerais. Assim que resgatada, Dona Geralda, 76, foi levada ao hospital, onde se constatou que ela não sofreu nenhuma fratura ou trauma físico com o acidente.

Rosana, vizinha de Geralda há mais de cinquenta anos, procurou pela amiga em casas de conhecidos, hospitais e até mesmo no necrotério. Após não receber notícias de Geralda na cidade, Rosana intuiu que ela poderia estar na mata e reuniu um grupo de moradores da região para procurá-la.

A ideia deu certo: "Nós andamos [por] dez minutos. As pessoas que estavam comigo gritaram e ela [dona Geralda] respondeu", relatou Rosana para o Fantástico, da TV Globo.

Encontrada com o corpo na grota de três metros enquanto se agarrava a um cipó para não se afundar mais, Geralda reuniu as poucas forças que ainda tinha para alarmar os socorristas. "Alguém me leva que eu tô doida de sede. Eu passei sede demais aqui", foram as palavras da mulher em apuros.

Perdida no dia 13 de fevereiro e encontrada na segunda-feira (22), a idosa passou todo o período presa sem se alimentar e bebeu apenas água da chuva — choveu bastante na região durante o período. Diabética, Geralda também ficou sem receber as doses de insulina que aplica diariamente.

As adversidades, no entanto, não foram suficientes para derrubar a mulher de 76 anos, que recebeu água e foi levada, por uma equipe de bombeiros acionada pelo resgate, para ser avaliada em um hospital de Curvelo.

Os médicos constataram que Geralda não sofreu nenhuma fratura, lesão ou trauma grave em razão do acidente. Em uma chamada de vídeo feita diretamente do hospital, ela relatou que o acidente "graças a Deus, não teve perigo, não".

"Ela está se saindo muito bem, e todo muito está muito satisfeito [com a recuperação]", disse Karina Rocha, médica que atendeu Geralda após o resgate.

Reconhecendo a sorte que teve ao ser encontrada, Geralda não nega ter nascido de novo com o resgate. Crisley Mirella, cuidadora da aposentada, também disse que não vai mais desgrudar dela, ainda mais nos dias de chuva, em que a idosa fica "desesperada".

Cotidiano