PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
9 meses

'Uma mãe sem igual', desabafa viúvo de mulher morta em assalto a joalheria

Matheus Damasceno, viúvo da mulher que foi baleada em shopping de Fortaleza (CE) - Reprodução/Instagram
Matheus Damasceno, viúvo da mulher que foi baleada em shopping de Fortaleza (CE) Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/08/2021 11h30Atualizada em 23/08/2021 14h39

O viúvo da mulher morta a tiro na noite de sexta-feira (20) dentro do Shopping Iguatemi, em Fortaleza (CE), usou o Instagram para desabafar a perda de Carol Rocha, que trabalhava em uma joalheria no centro comercial. Quatro suspeitos foram presos.

"Não consigo fazer nada aqui nesse apartamento sem que eu me lembre dela. Não consigo comer sem lembrar que ela não vai estar mais à mesa conosco. O meu amorzinho não pode mais estar aqui deitada ao meu lado, não vamos poder sentar a mesa pra discutir sobre os nossos sonhos como família", escreveu Matheus Damasceno ontem.

Carol era casada e tinha uma filha ainda criança, cuja idade não foi revelada.

Uma mãe sem igual que amava ensinar as tarefinhas da escola a filha. Uma mãe que lutava todos os dias para ter condições financeiras para dar o melhor para nossa filha. Ela amava minhas comidas. Ela amava as cartinhas da nossa filha. Ela amava as nossas brincadeiras."

A rede Tânia Joias, alvo da tentativa de assalto e onde Carol trabalhava, informou que não funcionará até amanhã "em respeito à nossa colaboradora e sua família".

O caso

As informações iniciais apontam que um homem armado entrou no local se passando por cliente, enquanto um cúmplice dava apoio do lado de fora. Houve troca de tiros com um segurança da loja, e uma vendedora foi baleada.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra que uma mulher foi feita de escudo por um dos criminosos durante tentativa de assalto.

Em nota, o shopping informou lamentar o fato e disse realizará todos os esforços para apurar as circunstâncias do ocorrido o mais rápido possível.

Após a SSPDS-CE (Secretária de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará) divulgar as imagens dos suspeitos do crime no sábado (21), quatro pessoas foram presas ontem. Entre elas, está o homem suspeito de atirar na vendedora.

As investigações são conduzidas em conjunto pelo DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) e pela DRF (Delegacia de Roubos e Furtos) - com apoio do Departamento de Inteligência.

Cotidiano