PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
8 meses

Peixes-zebra no valor de R$ 1 milhão são apreendidos em aeroporto do Pará

Peixes só encontrados no Rio Xingu seriam vendidos por um total de R$ 1 milhão - Polícia Federal do Pará
Peixes só encontrados no Rio Xingu seriam vendidos por um total de R$ 1 milhão Imagem: Polícia Federal do Pará

Luciana Cavalcante

Colaboração para o UOL, em Belém

25/08/2021 20h31

Setecentos peixes ornamentais, conhecidos como peixes-zebra (hypancistrus zebra), foram apreendidos hoje pela Polícia Federal no aeroporto de Altamira, no sudoeste do Pará. A espécie está ameaçada de extinção e só é encontrada no Rio Xingu, nessa região. Pela peculiaridade, tem um alto valor de mercado e, segundo a polícia, o conjunto foi avaliado em R$ 1 milhão.

Os animais têm sido alvo de uma quadrilha de tráfico internacional. Em menos de três dias, houve duas apreensões. Além dos setecentos que seriam transportados hoje por um homem. Uma passageira tentou, dias antes, embarcar com trezentos deles na mala, nas mesmas condições do caso mais recente: com vários deles presos em sacos plásticos com parcialmente cheios de água e lotando as malas que seriam transportadas por voos comerciais comuns, para Manaus (AM).

peixes - Polícia Federal do Pará - Polícia Federal do Pará
Duas apreensões foram feitas em três dias em voos comerciais de Altamira (PA) para Manaus (AM)
Imagem: Polícia Federal do Pará

"As características são sempre as mesmas. É sempre saindo de Altamira para Manaus e, de lá, eles vão para outros países, normalmente a Colômbia e, de lá, para a Europa e China", explica o delegado da polícia federal Thiago Wesley Machado.

Ainda segundo o policial, em um ano, foram quatro ocorrências da mesma natureza na região, que resultaram em nove prisões.
O preso foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de peixes ornamentais e os animais enviados ao Laboratório de Aquicultura de Peixes Ornamentais do Xingu, da Universidade Federal do Pará.

Cotidiano