PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
6 meses

Homem agride enfermeiro com soco durante vacinação contra covid-19 em Belém

Homem avançou em direção a enfermeiro, que gravava cena, e tentou arrancar celular das mãos do profissional  - Reprodução/Redes Sociais
Homem avançou em direção a enfermeiro, que gravava cena, e tentou arrancar celular das mãos do profissional Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Aliny Gama

Colaboração para o UOL

11/11/2021 15h49Atualizada em 11/11/2021 15h50

Um enfermeiro que estava atuando na vacinação contra a covid-19 foi agredido com soco no rosto, em um posto de vacinação localizado no Shopping Pátio, no centro de Belém (PA). A agressão ocorreu na terça-feira (09), quando o homem foi até o local para tomar a dose de reforço. O problema se deu quando ele descobriu que sua idade não estava liberada no calendário daquele dia.

O caso se tornou público hoje, depois que imagens da agressão começaram a ser repassadas em redes sociais. A Polícia Civil do Pará instaurou inquérito para investigar o caso e já identificou o homem. A corporação informou que testemunhas sobre o caso estão sendo intimadas para serem ouvidas ao longo da semana que vem.

De acordo com o calendário da prefeitura de Belém, naquele dia deveriam comparecer aos postos de vacinação contra a covid-19 pessoas nascidas nos anos 1955 e 1954. Hoje, a vacinação de reforço é destinada para pessoas que nasceram 1958 e 1959.

Nas imagens, o investigado pela agressão, que está vestido de camisa azul e bermuda jeans, avança em cima do enfermeiro, que está gravando a confusão iniciada, dá um soco e tenta tomar o telefone do profissional de saúde.

Testemunhas pedem para o investigado parar com as agressões. Em seguida, ele se afasta, começa a gritar palavras de baixo calão e segue andando por fora da fila das pessoas que estão para se vacinar.

Os nomes do enfermeiro e do investigado da agressão não foram divulgados. O UOL tentou localizá-los, mas a reportagem não conseguiu por não obter a identificação deles.

A Sema (Secretaria Municipal de Saúde de Belém) confirmou que o enfermeiro foi agredido porque o homem não aceitou que teria que voltar outro dia para se vacinar.

A secretaria disse ainda que o homem foi contido em uma das salas do local de vacinação até a chegada da Polícia Militar, que o deteve e o levou preso para a delegacia. O enfermeiro registrou Boletim de Ocorrência por agressão física e lesão corporal.

Por meio de nota, o Shopping Pátio afirmou que assim que a administração e segurança do local foram informadas sobre o incidente, equipes do centro de compras "agiram a fim de melhor solucionar o ocorrido, com o objetivo de resguardar o bem estar de todos os envolvidos". O texto destaca ainda que "nada justifica a atitude do agressor contra o profissional de saúde".

O Shopping Pátio reforçou que "a segurança, organização, orientação e coordenação dos locais de vacinação, são de inteira responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde de Belém".

Cotidiano