PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Jovem some após balada em beach club de Jurerê e é procurada há 9 dias

Amanda Albach, de 21 anos, desaparecida desde 15 de novembro - Arquivo Pessoal
Amanda Albach, de 21 anos, desaparecida desde 15 de novembro Imagem: Arquivo Pessoal

Abinoan Santiago

Colaboração para o UOL, em Florianópolis

24/11/2021 14h31

A promotora de vendas paranaense Amanda Albach, de 21 anos, está sendo procurada pela família, após nove dias desaparecida. Os parentes não têm notícias dela desde o dia 15 de novembro. Três dias antes Amanda saiu de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, com a intenção de passar o feriado da Proclamação da República em Imbituba, litoral de Santa Catarina.

A família descobriu que Amanda foi vista pela última vez saindo de uma balada de um beach club na Praia Jurerê Internacional, região nobre de Florianópolis. Os parentes analisaram imagens do estabelecimento e descobriram que ela compareceu ao local em 13 de novembro, durante uma festa que ocorria ao longo do dia.

O caso é investigado pelas Polícias Civis de Santa Catarina e do Paraná, que realizam diligências para encontrar o paradeiro da promotora de vendas, mãe de uma menina de 2 anos.

Segundo o advogado Michael Rodrigues Pinheiro, que representa a família nas investigações, Amanda estaria na balada com um casal de amigos que a acompanhava na viagem.

"Confirmamos a presença dela nessa balada com imagens e ela estava acompanhada por esse casal de amigos. Esse casal simplesmente disse que a Amanda também estaria com outro rapaz conhecido e que após a festa ela não retornou com eles. Mas algumas versões na apuração dizem o contrário e queremos confirmar", declarou o advogado, que está em Florianópolis para acompanhar as buscas.

Segundo a família, Amanda mandou uma mensagem de áudio para uma sobrinha na noite de 15 de novembro informando que iria pegar um carro por aplicativo para retornar ao Paraná.

Os parentes ainda não sabem se a voz é, de fato, de Amanda e se ela retornaria ao Paraná partindo de Florianópolis ou Imbituba.

No dia 15, por volta das 20h30, a Amanda mandou uma mensagem para a sobrinha informando que pegaria um carro de aplicativo para ir para retornar para casa, no Paraná. Não sabemos se ela chegou a pegar esse carro. O áudio é duvidoso. Michael Rodrigues Pinheiro

A família estranha o sumiço da jovem, porque ela falava todos os dias com a filha. A última atualização nas redes sociais ocorreu em 13 de novembro, quando Amanda publicou uma foto na praia, mas sem indicar a localização.

"Ela sempre avisava para onde estava. A Amanda também não atualiza mais as redes sociais, não acessa o WhatsApp e está com o celular desligado", concluiu.

Informações sobre o paradeiro da jovem podem ser relatadas à Polícia Civil do Paraná: (41) 3608-7200.

Cotidiano