PUBLICIDADE
Topo

Segurança pública

Conteúdo publicado há
4 meses

Detentas denunciam policial penal por crimes sexuais em penitenciária de MG

Agente acusado de crimes sexuais responderá administrativamente, diz Sejusp - Reprodução
Agente acusado de crimes sexuais responderá administrativamente, diz Sejusp Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

30/12/2021 14h03

Duas detentas da penitenciária Professor João Pimenta da Veiga, em Uberlândia (MG), denunciaram um policial penal por crimes sexuais. De acordo com a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), o agente é acusado de levar itens não permitidos para as celas em troca de relações sexuais e de ameaçar as internas caso não aceitassem.

A denúncia foi formalizada na segunda-feira (27) e as duas mulheres foram encaminhadas para um hospital público da cidade, onde serão submetidas a exames de corpo de delito e receberão atendimento médico e psicológico. A informação foi divulgada pelo Diário de Uberlândia e confirmada pelo UOL.

Em nota, a Sejusp disse que o servidor está afastado por atestado médico, mas que responderá administrativamente às acusações. A secretaria informou ter aberto um procedimento interno para apurar o caso, que é acompanhado pela corregedoria, e também disse que as investigações serão realizadas pela Polícia Civil.

"A Sejusp ressalta que não compactua com quaisquer desvios de conduta dos seus servidores e que apura, com rigor e celeridade, atos que não condizem com a prática funcional de seus agentes", diz trecho do texto enviado.

Ainda, a Sejusp acrescenta ter notificado o Ministério Público e o poder Judiciário sobre o ocorrido.

Segurança pública