PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
4 meses

Dono de restaurante em Piracicaba (SP) é morto a facadas por funcionário

20.mar.2022 - O empresário Carlos Alberto Camargo, de 47 anos, dono de um restaurante em Piracicaba (SP), foi morto a facadas por um funcionário - Reprodução/Facebook Carlos Alberto Camargo
20.mar.2022 - O empresário Carlos Alberto Camargo, de 47 anos, dono de um restaurante em Piracicaba (SP), foi morto a facadas por um funcionário Imagem: Reprodução/Facebook Carlos Alberto Camargo

Simone Machado

Colaboração para o UOL, em São José do Rio Preto (SP)

20/03/2022 18h33Atualizada em 21/03/2022 13h13

O empresário Carlos Alberto Camargo, de 47 anos, dono de um restaurante em Piracicaba (SP), foi morto a facadas por um funcionário na manhã de hoje, no estabelecimento comercial. A polícia prendeu o churrasqueiro do restaurante, de 45 anos, pelo crime — ele foi contido pelos colegas após o ataque.

Segundo informações da Polícia Militar, na manhã de hoje, o empresário, conhecido como Carlinhos, estava no caixa do restaurante quando foi surpreendido pelo funcionário, que chegou por trás e deu três facadas no patrão.

Carlos teria tentado correr, mas devido aos ferimentos não conseguiu. Os golpes atingiram as costas, o tórax e o abdômen da vítima.

Dois funcionários que estavam próximos tentaram segurar o churrasqueiro e socorrer o empresário, mas Carlinhos morreu no local. Na tentativa de conter o agressor, um funcionário chegou a levar uma facada no braço e precisou passar por atendimento médico.

O churrasqueiro foi contido pelos demais funcionários do local até a chegada da Polícia Militar. Testemunhas relataram aos policiais que antes do crime não houve nenhuma discussão ou briga entre o patrão e o funcionário.

O churrasqueiro trabalhava no restaurante havia oito anos e, segundo os demais funcionários, tinha um bom relacionamento com a vítima e com os demais colegas.

Uma das hipóteses para o crime, segundo a Polícia Civil, é que o homem teria tido um surto psicótico. Familiares dele também relataram em depoimento aos policiais que o suspeito usa medicamentos controlados e trata de transtornos psiquiátricos.

Devido a esses problemas, o churrasqueiro estava afastado do trabalho e teria retornado às atividades na semana passada. Ele foi preso em flagrante e vai passar por audiência de custódia amanhã.

O restaurante Dourados é bastante tradicional na cidade e fica no bairro Nova Piracicaba. O empresário era filho do fundador do estabelecimento, José Carlos Camargo, e muito conhecido no município.

Carlos era casado e deixa dois filhos. O corpo dele foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal).

O velório do empresário está marcado para amanhã a partir das 6h, no velório do Cemitério Parque da Ressurreição, com sepultamento às 16h30.

  • Veja as notícias do dia no UOL News com Fabíola Cidral:

Cotidiano