PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Falso pai de santo é preso suspeito de estuprar cerca de 30 garotas na BA

Adolescentes eram mantidas em quarto vendadas por falso pai de santo - Divulgação/Diesp
Adolescentes eram mantidas em quarto vendadas por falso pai de santo Imagem: Divulgação/Diesp

Do UOL, em São Paulo

24/05/2022 19h31Atualizada em 24/05/2022 20h51

Um homem de 32 anos foi preso hoje suspeito de estuprar cerca de 30 adolescentes ao se passar por um pai de santo na cidade de Barra (BA). Segundo a Polícia Civil, ele justificava o crime alegando que estava realizando "trabalhos espirituais", utilizando-se de nomes de entidades.

As vítimas tinham idades entre 12 e 18 anos e, de acordo com a polícia, muitas delas ainda não tinham vida sexual ativa. O homem afirmava para as adolescentes que a rotina de violência fazia parte do processo de "evolução espiritual".

O suposto atendimento era realizado de forma individual. As adolescentes eram recebidas dentro de um quarto, onde ficavam com os olhos vendados e eram obrigadas a tirar as peças de roupas, ficando nuas ou seminuas na frente do homem.

As investigações da Polícia Civil apontam que o falso religioso já praticava os abusos há cerca de quatro anos.

Os crimes ocorreram em uma casa afastada da cidade. As autoridades acreditam que a localização ajudou a não levantar suspeitas da comunidade.

"Informamos que as investigações continuam, visto que ainda existem diversas adolescentes a serem ouvidas", informou o Diesp (Distrito Integrado De Segurança Pública da Barra) em nota.

O homem é investigado pelo crime de abuso sexual mediante fraude. O nome dele não foi divulgado e, por esta razão, o UOL ainda não conseguiu localizar seus representantes legais. O espaço segue aberto para manifestação da defesa do suspeito.

Cotidiano