Motorista e mulher salva de estupro em SP não reconhecem suspeito detido

A mulher que escapou de uma tentativa de estupro na zona sul de São Paulo não reconheceu um suspeito detido pela polícia na manhã desta quinta (9).

O que aconteceu

O homem foi identificado pelos policiais e levado à delegacia, segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública). Mas a mulher e o motorista do ônibus que parou para ajudá-la não o reconheceram.

Nenhum dos dois reconheceu o suspeito.
Cibele Flor, delegada

O caso ocorreu por volta das 6h30 de 23 de outubro, mas as imagens de câmera de segurança que mostram o episódio viralizaram ontem (8) nas redes sociais.

A gravação mostra a mulher subindo uma ladeira quando é abordada por um homem de camiseta vermelha. A vítima é encurralada na parede, fica nervosa e deixa a bolsa cair no chão. Em seguida, é obrigada a acompanhar o homem e a abraçá-lo.

O motorista para o ônibus perto do homem e da vítima, que continuam andando. Em determinado momento, uma passageira parece gritar da porta do coletivo. A vítima e o homem se viram, mas continuam andando.

Na sequência, a mulher que gritou, outro passageiro e o motorista descem do ônibus e salvam a mulher — todos vão embora em segurança.

O suspeito chega a ser empurrado enquanto uma passageira socorre a vítima, discute, mas depois sai andando normalmente pela rua.

Continua após a publicidade

O motorista Paulo Jorge de Souza disse ao site Diário do Transporte que pensou inicialmente que o caso seria uma briga de casal, mas estranhou como o homem acompanhava a vítima. O motorista, que trabalha há mais de 20 anos na empresa de ônibus, afirmou que a mulher ficou muito assustada e não conseguia falar.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora