Conteúdo publicado há 3 meses

Motorista e passageiros salvam mulher de tentativa de estupro em SP; veja

Um motorista e passageiros de um ônibus salvaram uma mulher que estava sendo obrigada a acompanhar um homem que portava um objeto perfurante no bairro de Vila das Mercês, na zona sul de São Paulo. O caso é investigado pela Polícia Civil como tentativa de estupro.

O que aconteceu:

O caso ocorreu por volta das 6h30 do dia 23 de outubro, mas as imagens de câmera de segurança que mostram o episódio repercutiram nesta quarta-feira (8) nas redes sociais.

O registro mostra a mulher subindo uma ladeira quando é abordada por um homem de camiseta vermelha. A vítima é encurralada na parede, fica nervosa e deixa a bolsa cair no chão. Em seguida, é obrigada a acompanhar o homem.

O motorista do ônibus percebe a movimentação suspeita e para o veículo perto do homem e da vítima, que continuam andando. O homem de blusa vermelha chega a fazer com que a vítima o abrace.

Em determinado momento, uma passageira parece gritar da porta do ônibus. A vítima e o homem se viram, mas continuam andando.

Na sequência, a mulher que gritou, outro passageiro e o motorista descem do ônibus e salvam a mulher. O suspeito chega a ser empurrado enquanto uma passageira socorre a vítima. O homem que obrigou a mulher a acompanhá-lo ainda discute com o motorista e os passageiros que intervieram.

Por fim, o ônibus deixa o local com a vítima e os passageiros em segurança. O homem gravado sai andando normalmente pela rua.

O motorista, identificado como Paulo Jorge de Souza, disse ao site Diário do Transporte que pensou inicialmente que o caso seria uma briga de casal, mas estranhou como o homem acompanhava a vítima. O motorista, que trabalha há mais de 20 anos na empresa de ônibus, afirmou que a mulher ficou muito assustada e não conseguia falar.

Continua após a publicidade

Polícia procura o homem gravado

Ao UOL, a SSP-SP (Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo) informou que o caso foi registrado como tentativa de estupro na 26º Delegacia de Polícia (Sacomã) e é investigado pela Polícia Civil.

À polícia, a vítima, de 39 anos, disse que estava indo para o trabalho quando foi abordada e ameaçada pelo homem.

As investigações do caso continuam para identificar e localizar o suspeito gravado obrigando a mulher a segui-lo.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes