Conteúdo publicado há 2 meses

Sete suspeitos morrem pela polícia em SE; 100 policiais estavam na operação

Sete pessoas morreram em uma operação conjunta das polícias Civil e Militar de Sergipe na manhã de hoje.

O que aconteceu

A operação cumpria dois mandados de prisão e 23 de busca e apreensão no município de Cristinápolis. A cidade fica a sete quilômetros da divisa com a Bahia.

O alvo da operação é uma organização criminosa especializada em homicídios, tráficos e roubos no município.

As sete mortes, segundo a polícia, foram de pessoas ligadas a uma facção criminosa sediada na Bahia. Elas se envolveram em um tiroteio com os policiais.

Cerca de 100 policiais foram mobilizados para cumprimento dos mandados. Não há informação sobre nenhum policial ferido até o momento.

Duas pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas. A informação é do delegado responsável pela operação, Josenildo Brito.

Principal alvo está preso desde 2017

Um dos alvos de busca e apreensão é Michel Silva Pena, preso pelo latrocínio de um policial militar em 2017. Ele está no Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto.

A polícia encontrou cadernos com anotações e celulares dentro da cela.

Continua após a publicidade

Armas e drogas foram apreendidas, informou a polícia. Não há um balanço quantitativo até o momento. A identidade dos mortos não foi divulgada.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes